CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

A Queda

A Queda

E eu que sou o rei de toda esta incoerência,
Eu próprio turbilhão, anseio por fixá-la
E giro até partir... Mas tudo me resvala
Em bruma e sonolência.

Se acaso em minhas mãos fica um pedaço de ouro,
Volve-se logo falso... ao longe o arremesso...
Eu morro de desdém em frente dum tesouro,
Morro á mingua, de excesso.

Alteio-me na côr à fôrça de quebranto,
Estendo os braços de alma - e nem um espasmo venço!...
Peneiro-me na sombra - em nada me condenso...
Agonias de luz eu vibro ainda entanto.

Não me pude vencer, mas posso-me esmagar,
- Vencer ás vezes é o mesmo que tombar -
E como inda sou luz, num grande retrocesso,
Em raivas ideais, ascendo até ao fim:
Olho do alto o gêlo, ao gêlo me arremesso...

. . . . . . . . . . . . . . .

Tombei...
E fico só esmagado sobre mim!...

Mário de Sá-Carneiro

Submited by

quarta-feira, abril 1, 2009 - 02:07

Poesia Consagrada :

No votes yet

MariodeSaCarneiro

imagem de MariodeSaCarneiro
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 35 semanas
Membro desde: 04/01/2009
Conteúdos:
Pontos: 120

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MariodeSaCarneiro

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - Mario de Sa Carneiro 0 651 11/24/2010 - 00:33 Português
Poesia Consagrada/Geral Ângulo 0 456 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Sete Canções de Declínio 0 407 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Taciturno 0 447 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Apoteose 0 430 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral 7 0 461 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Vislumbre 0 327 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral 16 0 444 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral A Queda 0 306 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Rodopio 0 296 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Vontade de Dormir 0 380 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Inter-Sonho 0 270 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Escavação 0 325 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Partida 0 256 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Ápice 0 311 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Amor O amor 0 702 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Serradura 0 441 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Estátua Falsa 0 554 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Caranguejola 0 497 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Manucure 0 503 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Crise Lamentável 0 454 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral O Fantasma 0 445 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral El-Rei 0 391 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral AQUELOUTRO 0 470 11/19/2010 - 16:49 Português
Poesia Consagrada/Geral Quasi 0 495 11/19/2010 - 16:49 Português