CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Árvore

E...
se as folhas
estão caindo...
toda a árvore jaz seca?
...
O cheiro das flores,
o frescor do orvalho,
todos eles
vêm da morte e da queda
e da decomposição
de partes do todo que já viveram
e exalaram o cheiro das manhãs
e o calor de cada nascer do Sol
para que o ciclo continue
e novas belezas se mostrem,
servindo depois, também, de adubo
para o próximo grupo de pequenos milagres
que vivem apenas para maravilhar nossos olhos
e entorpecer nossos sentidos
e esse pequeno habitat de obras divinas e belas
é apenas um no meio de tantos outros
formando uma, ainda mais bela, floresta
que junto com outras e selvas e savanas e desertos e chapadas,
tundras e caatingas e lagoas e pântanos e os seres que neles vivem,
o meu país, o seu e o dele e o dela... o nosso mundo e os outros,
as estrelas, as constelações, as nebulosas, as galáxias...
o universo, eu e você,
tudo faz parte de algo divino
do qual também somos parte
e tudo se conecta, se alinha e caminha junto
numa mágica sinergia que move um universo
sem início, nem fim.
...
E...
então...
se uma folha cai...
toda a árvore jaz seca?

[size=xx-small][font=Courier]Vejam também os meus outros textos, comentem, ficarei feliz em receber comentários.[/font][/size]

Submited by

quinta-feira, junho 3, 2010 - 02:42

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

MaynardoAlves

imagem de MaynardoAlves
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 semanas 5 dias
Membro desde: 05/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 596

Comentários

imagem de MaynardoAlves

Árvore

Reflexões sobre a nossa insignificância diante do universo e a maravilhosa experiência de ser parte dele.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MaynardoAlves

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Aforismo O vinhedo universal 0 345 05/07/2019 - 15:59 Português
Poesia/Meditação Metamorfose filosófica: bênção ou maldição? 1 352 12/03/2018 - 15:23 Português
Poesia/Intervenção Aos vivos que ficam ou Epitáfio II 1 485 10/09/2018 - 12:41 Português
Poesia/Geral Meu pequeno depoimento em prol do ateísmo 0 498 09/26/2018 - 00:17 Português
Poesia/Geral Revolucionário... revolucionário!? 1 453 09/25/2018 - 17:12 Português
Prosas/Outros Meu pequeno depoimento em prol do ateísmo 0 533 09/19/2018 - 19:13 Português
Poesia/Meditação O legado de um filósofo 1 392 09/17/2018 - 19:45 Português
Poesia/Intervenção Os novos mandamentos (ou melhor, conselhos) 1 551 08/28/2018 - 23:53 Português
Poesia/Fantasia O jardim de Epicuro 1 591 08/22/2018 - 16:14 Português
Poesia/Tristeza Em (des)construção 1 468 08/10/2018 - 14:46 Português
Poesia/Tristeza Máquina do tempo 1 494 08/08/2018 - 16:28 Português
Poesia/Tristeza Valores familiares 1 597 08/08/2018 - 16:21 Português
Poesia/Pensamentos Um lugar para chamar de seu 1 572 08/08/2018 - 16:14 Português
Poesia/Meditação Humilde-se! 1 580 05/21/2018 - 11:41 Português
Poesia/Tristeza Um inferno (para um poeta) 1 702 05/21/2018 - 11:34 Português
Prosas/Outros Onde? 2 521 03/08/2018 - 17:41 Português
Poesia/Comédia Meu amigo ócio 4 550 03/06/2018 - 15:20 Português
Poesia/Geral Promessas para uma vida nova 2 675 03/05/2018 - 20:09 Português
Poesia/Meditação Se Deus existisse... 4 638 03/05/2018 - 19:56 Português
Poesia/Intervenção Onde? 18 845 01/03/2018 - 18:28 Português
Poesia/Meditação Um instante infinito 1 662 11/17/2017 - 14:00 Português
Poesia/Desilusão Ainda no exílio (desde os dias de Gonçalves Dias) 1 614 11/08/2017 - 11:38 Português
Poesia/Canção Sem título (por luto) 1 627 10/27/2017 - 14:34 Português
Poesia/Geral Mensagem 1 623 03/27/2017 - 13:50 Português
Poesia/Aforismo O exagero de Sócrates 0 519 10/14/2016 - 19:50 Português