CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

As casas com que me visto

As casas com que me visto

Que frio
carrego
num corpo enroupado.

Que inquietação
transmito
em dia de espírito parado.

Que sabor
apaladado
o deste café açucarado.

Que sombras
descortino
em dias enevoados.

Que dor de cabeça
sinto
se não está aqui, mas ao lado.

Que escrito
registo
num coração ferido.

NADA!
Apenas exercito
a mão cansada.

Melhor fazer compras
que preciso
para as casas
com que me visto!

OF 01-05-2011
 

Submited by

quinta-feira, junho 16, 2011 - 00:28

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Odete Ferreira

imagem de Odete Ferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 3 semanas
Membro desde: 01/11/2011
Conteúdos:
Pontos: 1924

Comentários

imagem de SuzeteBrainer

Odete, O poema nos captura

Odete,

O poema nos captura a começar pela bela e criativa construção do título:"As casas com que me visto".

E com a leitura cresce a certeza da excelência do poema que nos preeche com a boa poesia!

Gostei muito!!

Beijosmiley

imagem de Odete Ferreira

As casas com que me visto

Vou deixar registado algo que tenho pensado: os utilizadores desta comunidade são mesmo diferentes, são pessoas que caminham em e sobre a poesia, levemente, quase sempre, mas com estrondo quando deixam comentários que nos (me) abalam e nos (me) deixa(m) imóvel (eis), relendo  o que se escreveu. O poema parece reinventar-se porque se reinventou no leitor(a) comentador(a)...Isto é simplesmente fabuloso e eu fico mesmo muito grata a quem o faz...

Por conseguinte, SuzeteBrainer, só me resta agradecer, com um grande sorriso, a excelente apreciação!

Bjo :)

imagem de Henrique

Que escrito registo num coração ferido.

NADA!
Apenas exercito
a mão cansada.

Manter a casa com que nos vestimos arrumada, rimada com o nosso ser!!!

 

P.S - Foi um prazer conhecer-te...

 

Bj

 

:-)

imagem de Odete Ferreira

As casas com que me visto

Obg, pelo teu comentário, Henrique...

Escreve-se como quem faz a limpeza a uma casa, desviam-se os móveis, limpa-se,

desarruma-se para voltar a arrumar por uns dias...

Mas, frequentemente, a limpeza só demora algum tempo, o tempo de escrever novamente!

Obg por teres estado presente no stand da WAF, pelo apoio e por ter a oportunidade de te conhecer...

Bj :)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odete Ferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Entardecer com sabor a despedida 1 1.557 03/15/2018 - 13:59 Português
Poesia/Tristeza Música 1 1.386 03/15/2018 - 13:58 Português
Poesia/Desilusão Apenas mais um dia 1 2.006 03/15/2018 - 13:57 Português
Poesia/Meditação Se a vida fosse sempre assim 1 1.454 03/15/2018 - 13:56 Português
Ministério da Poesia/Fantasia Seres incompletos 3 1.754 03/15/2018 - 13:56 Português
Prosas/Outros No sopé da montanha 1 860 03/08/2018 - 19:01 Português
Poesia/Meditação Tempo(s) 1 1.543 03/08/2018 - 18:43 Português
Poesia/Fantasia Surrealidades 1 1.327 03/08/2018 - 18:42 Português
Poesia/Tristeza Emocão 5 1.769 03/08/2018 - 16:48 Português
Poesia/Dedicado Mulher-Dor 3 977 03/08/2018 - 16:14 Português
Poesia/Intervenção E a festa veste-se em cada madrugada 3 1.603 02/27/2018 - 11:43 Português
Poesia/Meditação À míngua 0 1.416 12/30/2015 - 22:36 Português
Poesia/Intervenção Não invoquem o meu nome em vão 0 1.829 11/25/2015 - 02:18 Português
Prosas/Outros Da alma 0 883 09/01/2015 - 19:58 Português
Poesia/Fantasia Surreal XXVIII 0 1.302 09/01/2015 - 19:29 Português
Poesia/Intervenção Da destemperança 0 2.479 08/26/2015 - 01:35 Português
Poesia/Meditação E no entre-Tanto faço caminho 0 1.663 07/02/2015 - 23:55 Português
Poesia/Meditação E continuamos pequeninos! 0 2.273 06/02/2015 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção Nem te renego nem me nego 0 2.035 04/25/2015 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Laudatória 0 1.093 03/24/2015 - 19:03 Português
Poesia/Dedicado És...Mulher 0 1.565 03/08/2015 - 18:53 Português
Poesia/Amor Vida(s) 0 1.438 02/14/2015 - 18:07 Português
Poesia/Amor Moras nos meus sonhos 0 1.632 02/13/2015 - 16:30 Português
Poesia/Dedicado Olhares 0 2.405 01/22/2015 - 01:58 Português
Prosas/Outros Do exato momento da VIragem 0 1.504 12/30/2014 - 14:27 Português