CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Em amêndoas Tragado

Os sinos de um compasso perdido

Pela cruz grandemente encimado

em passos de risco assumido

a figura dele, num tom dourado

 

( Em nossa boca beijado)

 

Escorrem pétalas no chão sem abrigo

Bátegas de lágrimas Bentas, salpicadas

Em nossa ansdiedade sempre perpetuadas

Para quem só precisa de um amigo!

 

( Em nossas Traições crucificado)

 

E se Judas é Judas, e se a amizade é traìda

De que nos serve um Pedro ou um Paulo

Se a crença na amizade não é pois benzida

E que nos esconderá Mateus num Salmo?

 

(Nas nossas tentações Sepultado)

 

Dizei apenas uma palavra e eu serei salvo

da Maldicência e da carência sou um  alvo

Réstea de pranto fecundado e inundado

Como aos Romanos ele foi outrora dado.

 

(Salvador de nosso Pecado, sempre renovado)

 

No fim de tudo a boa nova

A luz em plena Aurora

O mágico momento

A felicidade de quem chora...

 

Cristo resuscitou,...

Aleluia,Aleluia!

 

 

Submited by

quinta-feira, abril 21, 2011 - 10:21

Poesia :

No votes yet

Mefistus

imagem de Mefistus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 30 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 3083

Comentários

imagem de Nanda

Mefistus

Tudo o que escreves é plena arte.

Beijo

Nanda

imagem de Mefistus

Grato, Nanda

Muito obrigado pelo teu constante apoio, amiga Nanda.

imagem de MarneDulinski

Em amêndoas Tragado

 

Lindo texto, como sempre são os teus!

Neste caso, renovando e perpetuando a

história/estória...

Meus parabéns,

MarneDulinski

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Mefistus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Saber A Mar! 4 1.250 02/19/2019 - 16:26 Português
Prosas/Contos Desculpa Se Sou Puta -Parte 1 - Capítulo 3 0 1.226 02/07/2015 - 11:18 Português
Prosas/Contos Desculpa Se Sou Puta -Parte 1 - Capítulo 2 0 1.219 02/07/2015 - 11:11 Português
Prosas/Contos Desculpa Se Sou Puta - Parte 1 - Capítulo 1 - 0 970 02/07/2015 - 11:07 Português
Prosas/Contos Desculpa se sou Puta! - Introdução 0 1.063 02/07/2015 - 11:03 Português
Prosas/Contos Desculpa se sou Puta! - Introdução 0 1.133 02/07/2015 - 11:00 Português
Poesia/Amor Saber A Mar! 0 0 07/09/2012 - 15:31 Português
Poesia/Amor Saber A Mar! 0 1.840 07/09/2012 - 15:30 Português
Poesia/Aforismo Cativa Saliva na boca triste 0 3.497 06/04/2012 - 13:52 Português
Poesia/Meditação Haveria Sempre Poesia, Nas horas loucas de maresia 2 1.967 04/21/2012 - 05:56 Português
Poesia/Desilusão Melancolia 0 1.522 11/04/2011 - 12:11 Português
Poesia/Pensamentos Para onde vou ó dor! 0 1.089 11/04/2011 - 11:42 Português
Poesia/Meditação Trova a dois Terços! 0 1.499 11/04/2011 - 11:34 Português
Poesia/Intervenção Ó Chefe dá-me um emprego! 1 1.745 10/25/2011 - 10:30 Português
Poesia/Dedicado Em amêndoas Tragado 3 1.831 10/24/2011 - 10:15 Português
Poesia/Intervenção Uma breve nostalgia! 0 1.594 10/24/2011 - 10:06 Português
Poesia/Meditação No pio da Perdiz 0 1.754 10/24/2011 - 09:58 Português
Poesia/Fantasia Baila Marisa Baila! 3 2.426 09/01/2011 - 11:17 Português
Prosas/Terror Diablo- Capitulo 4 (parte 4/4) 0 1.766 04/09/2011 - 01:02 Português
Prosas/Terror Diablo - Capitulo 4 ( parte 3/4) 0 2.004 04/09/2011 - 00:59 Português
Prosas/Terror Diablo - Capitulo 4 ( parte 2/4) 0 1.544 04/09/2011 - 00:56 Português
Prosas/Terror Diablo Capitulo 4 (Parte 1/4). 0 2.535 04/09/2011 - 00:49 Português
Prosas/Terror Diablo Capitulo 3 (Parte 3/3) 0 1.700 04/09/2011 - 00:46 Português
Poesia/Meditação Dançarina de saia Púpura 2 2.175 04/07/2011 - 23:35 Português
Poesia/Meditação Como um corpo suspenso em cordas de linho 1 2.036 02/27/2011 - 20:51 Português