CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Enfeito a alma dos jardins

Enfeito
vasos em oval
compondo um lindo floral.

Enfeito
vasos redondos
atraindo olhos pestanudos.

Enfeito
árvores pequeninas
envolvendo os troncos fininhos.

Enfeito
o passante vagaroso
que me acaricia, deleitoso.

Enfeito
espaços vazios
onde amados se perdem em sorrisos.

Enfeito…
É minha função.
Aceito, aquece o coração…

Enfeito-me de mim,
com flores multicolores
de formas apetitosas
aninhando belas mariposas.
Dou a vida a cidades descoloridas
e a pessoas ausentes de almas…
É nelas que busco a origem da vida
presente em lugares que me fogem…

Apenas me sinto no chão empedrado
parte de um passeio partilhado,
palco de disformes personagens…
Parto com elas, quero outras viagens!

OF 18-06-2011
 

Submited by

terça-feira, dezembro 6, 2011 - 00:07

Poesia :

No votes yet

Odete Ferreira

imagem de Odete Ferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 3 semanas
Membro desde: 01/11/2011
Conteúdos:
Pontos: 1924

Comentários

imagem de Jorge Humberto

Minha querida, Odete,

Minha querida, Odete,

teu ser é dádiva, assim o sonho comanda a vida, que, o que, em versos lindos, nos presenteias, está no te dares, acordadando flores multicores, indo sempre na busca no mais de ti e dos outros, em voos de mariposas - asas de papel refinado tua poesia. Gostei muito, como grato se faz visitar-te.

Beijinhos mil
Jorge Humberto

imagem de Odete Ferreira

P/ Jpoge Humbetrto (enfeito...)

Sempre um pote de mel, tuas palavras, amigo Jorge, e eu quase um pote de fel por não poder corresponder a tantas

solicitações! É tão bom ser mariposa...

Bjo amigo :)

imagem de Odete Ferreira

P/ Jpoge Humbetrto (enfeito...)

Sempre um pote de mel, tuas palavras, amigo Jorge, e eu quase um pote de fel por não poder corresponder a tantas

solicitações! É tão bom ser mariposa...

Bjo amigo :)

imagem de josé maldonado

......outras viagens.....

Parte...! Odete.... em outras viagens;  O mundo construiu-se de utopias.. vale a pena ssonhar...

imagem de Odete Ferreira

P/josé maldonado (Enfeito...)

Partamos e repartamos, pelo menos em viagens poéticas!

E assim nascem versos detentores de vida própria!

Abraço, José

imagem de Teresa Almeida

É que a tua poesia tem

É que a tua poesia tem alma!

Uma alma que desabrocha em cada botão de rosa do teu jardim.

E, depois, partes em viagens ao íntimo das pessoas...

com imenso prazer, direi eu.

 

Beijinhos mariposa. 

 

imagem de Odete Ferreira

P/Teresa Almeida

As flores da minha cidade jardim (e eu, incorporando uma flor), fazemos milagres..

Então aninhamo-nos nas pessoas para as bafejar de boas graças :)  (Brinco)

Obg, querida amiga pela tua doçura!

Bjos

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odete Ferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Entardecer com sabor a despedida 1 1.562 03/15/2018 - 13:59 Português
Poesia/Tristeza Música 1 1.395 03/15/2018 - 13:58 Português
Poesia/Desilusão Apenas mais um dia 1 2.009 03/15/2018 - 13:57 Português
Poesia/Meditação Se a vida fosse sempre assim 1 1.454 03/15/2018 - 13:56 Português
Ministério da Poesia/Fantasia Seres incompletos 3 1.758 03/15/2018 - 13:56 Português
Prosas/Outros No sopé da montanha 1 862 03/08/2018 - 19:01 Português
Poesia/Meditação Tempo(s) 1 1.545 03/08/2018 - 18:43 Português
Poesia/Fantasia Surrealidades 1 1.331 03/08/2018 - 18:42 Português
Poesia/Tristeza Emocão 5 1.772 03/08/2018 - 16:48 Português
Poesia/Dedicado Mulher-Dor 3 979 03/08/2018 - 16:14 Português
Poesia/Intervenção E a festa veste-se em cada madrugada 3 1.605 02/27/2018 - 11:43 Português
Poesia/Meditação À míngua 0 1.418 12/30/2015 - 22:36 Português
Poesia/Intervenção Não invoquem o meu nome em vão 0 1.830 11/25/2015 - 02:18 Português
Prosas/Outros Da alma 0 887 09/01/2015 - 19:58 Português
Poesia/Fantasia Surreal XXVIII 0 1.304 09/01/2015 - 19:29 Português
Poesia/Intervenção Da destemperança 0 2.483 08/26/2015 - 01:35 Português
Poesia/Meditação E no entre-Tanto faço caminho 0 1.667 07/02/2015 - 23:55 Português
Poesia/Meditação E continuamos pequeninos! 0 2.277 06/02/2015 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção Nem te renego nem me nego 0 2.037 04/25/2015 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Laudatória 0 1.096 03/24/2015 - 19:03 Português
Poesia/Dedicado És...Mulher 0 1.571 03/08/2015 - 18:53 Português
Poesia/Amor Vida(s) 0 1.440 02/14/2015 - 18:07 Português
Poesia/Amor Moras nos meus sonhos 0 1.635 02/13/2015 - 16:30 Português
Poesia/Dedicado Olhares 0 2.408 01/22/2015 - 01:58 Português
Prosas/Outros Do exato momento da VIragem 0 1.508 12/30/2014 - 14:27 Português