CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Resposta!

"E se te perguntarem o que penso e o que sinto,
diga que controlo teu indomável instinto.
E se te perguntarem o que agrada meu gosto,
diga que tudo o que alegra teu rosto.

E se te perguntarem como é minha aparência,
diga que sou a imagem da ausência.
E se te perguntarem onde estou a viver,
diga que no âmago de cada ser.

E se nenhuma dessas puderes responder,
mesmo em vida deixarás de viver
e verás que em tuas veias estou a correr.

E se responderes a cada questão,
tuas dores internas se amenizarão
e, então, nossas vidas não serão em vão.

Sou tua consciência!"

[size=xx-small][font=Courier]Veja a pergunta no texto anterior.
Vejam também os meus outros textos, comentem, ficarei feliz em receber comentários.[/font][/size]

Submited by

segunda-feira, maio 31, 2010 - 21:28

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

MaynardoAlves

imagem de MaynardoAlves
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 semanas 4 dias
Membro desde: 05/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 597

Comentários

imagem de MaynardoAlves

Resposta!

Trata-se da pergunta em forma de resposta: Eis a resposta para a grande pergunta???

imagem de Clarisse

Re: Resposta

Gostei muito deste poema. Uma bela meditação, um belo poema. Parabéns! :-)

Beijo,
Clarisse

imagem de MaynardoAlves

Re: Resposta

Muito obrigado, Clarisse!

Um grande abraço!

imagem de Susan

Re: Resposta

Ser ou não ser ?
Bem diante de um espelho
Intrigantemente bom !!!
Abraços
Susan

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MaynardoAlves

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Aforismo O vinhedo universal 1 476 02/06/2020 - 14:39 Português
Poesia/Meditação Metamorfose filosófica: bênção ou maldição? 1 482 12/03/2018 - 16:23 Português
Poesia/Intervenção Aos vivos que ficam ou Epitáfio II 1 585 10/09/2018 - 13:41 Português
Poesia/Geral Meu pequeno depoimento em prol do ateísmo 0 560 09/26/2018 - 01:17 Português
Poesia/Geral Revolucionário... revolucionário!? 1 530 09/25/2018 - 18:12 Português
Prosas/Outros Meu pequeno depoimento em prol do ateísmo 0 627 09/19/2018 - 20:13 Português
Poesia/Meditação O legado de um filósofo 1 495 09/17/2018 - 20:45 Português
Poesia/Intervenção Os novos mandamentos (ou melhor, conselhos) 1 689 08/29/2018 - 00:53 Português
Poesia/Fantasia O jardim de Epicuro 1 695 08/22/2018 - 17:14 Português
Poesia/Tristeza Em (des)construção 1 599 08/10/2018 - 15:46 Português
Poesia/Tristeza Máquina do tempo 1 635 08/08/2018 - 17:28 Português
Poesia/Tristeza Valores familiares 1 698 08/08/2018 - 17:21 Português
Poesia/Pensamentos Um lugar para chamar de seu 1 669 08/08/2018 - 17:14 Português
Poesia/Meditação Humilde-se! 1 661 05/21/2018 - 12:41 Português
Poesia/Tristeza Um inferno (para um poeta) 1 804 05/21/2018 - 12:34 Português
Prosas/Outros Onde? 2 614 03/08/2018 - 18:41 Português
Poesia/Comédia Meu amigo ócio 4 662 03/06/2018 - 16:20 Português
Poesia/Geral Promessas para uma vida nova 2 806 03/05/2018 - 21:09 Português
Poesia/Meditação Se Deus existisse... 4 721 03/05/2018 - 20:56 Português
Poesia/Intervenção Onde? 18 962 01/03/2018 - 19:28 Português
Poesia/Meditação Um instante infinito 1 767 11/17/2017 - 15:00 Português
Poesia/Desilusão Ainda no exílio (desde os dias de Gonçalves Dias) 1 742 11/08/2017 - 12:38 Português
Poesia/Canção Sem título (por luto) 1 725 10/27/2017 - 15:34 Português
Poesia/Geral Mensagem 1 762 03/27/2017 - 14:50 Português
Poesia/Aforismo O exagero de Sócrates 0 583 10/14/2016 - 20:50 Português