CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Soneto II do 1° amor

"Quando se escreve uma carta de amor
e abre-se a outrem nosso coração,
sempre há mistura de dor e emoção,
pois todo amor sempre rima com dor.

Quando se escreve uma linda canção,
que seja de amigo ou que seja de amor,
nas entrelinhas há sempre essa dor
e ao lado do amor sempre há devoção.

Quando se faz uma declaração
e nela declara-se todo o amor,
insatisfeito estará o coração.

Quando se fala, ao amado, do amor,
tem de ser dele o corpo e o coração,
pois, só assim ameniza-se a dor."

[size=xx-small][font=Courier]Vejam também os meus outros textos, comentem, ficarei feliz em receber comentários.[/font][/size]

Submited by

quarta-feira, maio 5, 2010 - 20:17

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

MaynardoAlves

imagem de MaynardoAlves
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 semanas 4 dias
Membro desde: 05/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 597

Comentários

imagem de MaynardoAlves

Soneto II do 1° amor

Personagem feminina descrevendo as dores e as alegrias do primeiro amor. Um de meus primeiros poemas.

imagem de Henrique

Re: Soneto II do 1° amor

Bom poema!!!

:-)

imagem de MaynardoAlves

Re: Soneto II do 1° amor

Muito grato, Henrique!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MaynardoAlves

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Aforismo O vinhedo universal 1 480 02/06/2020 - 14:39 Português
Poesia/Meditação Metamorfose filosófica: bênção ou maldição? 1 491 12/03/2018 - 16:23 Português
Poesia/Intervenção Aos vivos que ficam ou Epitáfio II 1 589 10/09/2018 - 13:41 Português
Poesia/Geral Meu pequeno depoimento em prol do ateísmo 0 564 09/26/2018 - 01:17 Português
Poesia/Geral Revolucionário... revolucionário!? 1 537 09/25/2018 - 18:12 Português
Prosas/Outros Meu pequeno depoimento em prol do ateísmo 0 633 09/19/2018 - 20:13 Português
Poesia/Meditação O legado de um filósofo 1 499 09/17/2018 - 20:45 Português
Poesia/Intervenção Os novos mandamentos (ou melhor, conselhos) 1 710 08/29/2018 - 00:53 Português
Poesia/Fantasia O jardim de Epicuro 1 703 08/22/2018 - 17:14 Português
Poesia/Tristeza Em (des)construção 1 609 08/10/2018 - 15:46 Português
Poesia/Tristeza Máquina do tempo 1 646 08/08/2018 - 17:28 Português
Poesia/Tristeza Valores familiares 1 713 08/08/2018 - 17:21 Português
Poesia/Pensamentos Um lugar para chamar de seu 1 681 08/08/2018 - 17:14 Português
Poesia/Meditação Humilde-se! 1 669 05/21/2018 - 12:41 Português
Poesia/Tristeza Um inferno (para um poeta) 1 821 05/21/2018 - 12:34 Português
Prosas/Outros Onde? 2 624 03/08/2018 - 18:41 Português
Poesia/Comédia Meu amigo ócio 4 666 03/06/2018 - 16:20 Português
Poesia/Geral Promessas para uma vida nova 2 818 03/05/2018 - 21:09 Português
Poesia/Meditação Se Deus existisse... 4 728 03/05/2018 - 20:56 Português
Poesia/Intervenção Onde? 18 975 01/03/2018 - 19:28 Português
Poesia/Meditação Um instante infinito 1 772 11/17/2017 - 15:00 Português
Poesia/Desilusão Ainda no exílio (desde os dias de Gonçalves Dias) 1 751 11/08/2017 - 12:38 Português
Poesia/Canção Sem título (por luto) 1 732 10/27/2017 - 15:34 Português
Poesia/Geral Mensagem 1 773 03/27/2017 - 14:50 Português
Poesia/Aforismo O exagero de Sócrates 0 588 10/14/2016 - 20:50 Português