CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Testamento poÉtico

Existem dezenas de páginas dos diários de uma vida
Repletas de palavras escritas e de outras por escrever…
… Mas – eis a grande verdade! - De muitas mais por descobrir.

Folheando essas páginas, de pura nostalgia documentada,
Desperto recordações que já não me pertencem
(O tempo usurpa sempre o mais profundo de nós!)
E de outras glórias que nunca o chegaram a ser.

Quem ler a minhas palavras – se é que alguém o irá fazer –
Poderá esboçar um perfil do poeta (e até mesmo do homem)
Mas colherá apenas uma versão imperfeita de mim,
Pois apenas eu conheço o rumo que levaram os meus devaneios!

Entretanto, deixo muitos outros sonhos em aberto:
Uns – que nunca foram começados por serem brisa breve e lacónica;
Outros – que apenas acariciaram o papel com tinta estéril e inútil;
E mais uns quantos – que foram espírito que nunca pariu um corpo…

Possam vir outros poetas e literatos colher estas quimeras
E, com arrojo, dar-lhes a vida e o sentimento que a sua essência justifica!

Dona Literatura agradece, fraternamente!...
(E este desventurado escrevinhaDor, também.)
_____________________________________________________

18.05.2010,
in "Testamento de um poeta"
Henricabilio

Submited by

domingo, setembro 30, 2012 - 22:37

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

Henricabilio

imagem de Henricabilio
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 8 semanas
Membro desde: 03/15/2012
Conteúdos:
Pontos: 1480

Comentários

imagem de Henricabilio

Fico feliz pela emoção

Fico feliz pela emoção demonstrada!

Confesso que me empenhei dedicadaMente
na construção deste poema.

Grato pela tua presença!

Abilio

imagem de desempenho.webnode.com

Hericabilio!Chorei ao ler

Hericabilio!Chorei ao ler este "Testamento PoÉtico"

"Folheando essas páginas, de pura nostalgia documentada,
Desperto recordações que já não me pertencem
(O tempo usurpa sempre o mais profundo de nós!)
E de outras glórias que nunca o chegaram a ser"

É muto triste quando não há mais esperança e quando não se pode mais ser.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Henricabilio

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação Nem sempre existe Poesia em ti... 25 1.322 12/13/2019 - 16:57 Português
Poesia/Dedicado DEDICATÓRIA: TU QUE VIAJAS COMIGO. 4 630 02/27/2018 - 11:42 Português
Poesia/Desilusão Pesadelo número três 1 636 06/04/2013 - 10:50 Português
Poesia/Fantasia POEMA ESCRITO ENQUANTO DORMIA 3 765 03/25/2013 - 22:49 Português
Poesia/Pensamentos criArte: Autores versus Leitores 1 761 02/07/2013 - 02:49 Português
Poesia/Intervenção Ou você se cala oh você se - ode 4 654 01/28/2013 - 20:10 Português
Poesia/Meditação Uma árvore tem sempre esperança 1 683 12/09/2012 - 17:19 Português
Poesia/Meditação Absurdos existenciAis 3 948 11/30/2012 - 00:11 Português
Poesia/Intervenção Poema por linhas tortas 3 925 11/21/2012 - 15:38 Português
Prosas/Ficção Cientifica CONTACTO ALIENÍGENA - No tempo em que os homens falavam 6 1.907 11/16/2012 - 18:03 Português
Prosas/Ficção Cientifica CONTACTO ALIENÍGENA - A MORTE QUE VEIO DO ESPAÇO 1 880 11/08/2012 - 21:08 Português
Poesia/Meditação Testamento poÉtico 2 691 10/13/2012 - 23:40 Português
Poesia/Amizade Dar à palavra o sentimento 3 578 09/25/2012 - 21:14 Português
Poesia/Alegria À pedra no meio do caminho 6 734 09/16/2012 - 18:28 Português
Poesia/Meditação Poema Big Bang 3 1.657 08/21/2012 - 23:29 Português
Prosas/Ficção Cientifica CONTACTO ALIENÍGENA - AOS OLHOS DE QUEM VÊ... 3 4.439 08/11/2012 - 23:40 Português
Prosas/Ficção Cientifica CONTACTO ALIENÍGENA - A GAIOLA 2 3.974 08/11/2012 - 23:20 Português
Ministério da Poesia/Geral VAMOS FAZER UM HAIKAI?!... 5 894 08/11/2012 - 23:16 Português
Poesia/Poetrix 7 jogos de palavras em 7 poetrix 8 1.013 07/16/2012 - 09:47 Português
Prosas/Mistério COM UM ÚNICO TIRO... (Microconto) 5 698 07/08/2012 - 01:04 Português
Poesia/Alegria Um poema breve, muito breve 15 916 07/05/2012 - 23:28 Português
Poesia/Meditação PEÇO PERDÃO 12 782 06/23/2012 - 17:36 Português
Poesia/Meditação Novo Poema ao Espelho|ohlepsE 4 856 06/22/2012 - 22:04 Português
Poesia/Geral Criatividade versus censura 8 894 06/10/2012 - 23:10 Português
Ministério da Poesia/Meditação As nascentes das ideias 5 865 05/28/2012 - 22:51 Português