CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Vazio

Existia desgarrado ao canto da sala um zero insólito com sabor frio.

Especulava os porquês sem razões aparentes de mil abandonos.

Fragmentos fumantes sombreavam juízos num toldo do ser…

E então uma praia respirou-me o longe nas docas de Ulisses.

Tinha nos olhos ameaços lacónicos dos corvos fadistas.

A cidade sentava os joelhos numa beira do rio.

Eu era um tanto de corpo esquecido no sal…

E até aquilo que se diz em amor fervia sem fogo numa pátria macia.

Brando, o costume habitou os olhos em fome e farrapos.

E retiraram luta á palavra quando abrasaram no dicionário, assim…desprezo.

Eu então juízo fervido no sal á beira da pátria aparente e fumante…

Existia desgarrado ao canto da sala num zero insólito com sabor frio.

Quantas horas de mim faltarão para me anoitecer…

Quantas noites de mim faltarão nas horas para amanhecer...

Vazio.

Submited by

quinta-feira, setembro 15, 2011 - 13:33

Poesia :

Your rating: None (3 votes)

Lapis-Lazuli

imagem de Lapis-Lazuli
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 40 semanas
Membro desde: 01/12/2010
Conteúdos:
Pontos: 1178

Comentários

imagem de SuzeteBrainer

Lápis, Um vazio expressado

Lápis,

Um vazio expressado com tantas belas construções poéticas,que ricamente a tua poesia possui e nos conduz a uma leitura fascinante pelo o universo do grande poeta que és e como a tua poesia é magistral !!!

Sou uma leitora assídua da tua poesia e é muito bom voltar a ler-te novamentesmiley

imagem de Lapis-Lazuli

R

Muito me honra a tua apreciação, obrigado.

imagem de Lapis-Lazuli

R:

Se há comentários que honram, de facto o seu Alex, ultrapassa a fronteira do meramente simples...
"Òdiamo-nos" mutuamente mas quero que fique claro e gostava de dizer a toda a gente do site como já o disse a si em particular...

Alex_Moraes, está noutro plano, num plano que muitos ousam mas não conseguem alcançar.
Reduzir a expressão da escrita do Alex a este site não passaria disso mesmo, de uma expressão redutora.
Alex_Moraes, ( e não te estou a fazer favor nenhum, já te disse particularmente), como tambem já o referi publicamente aqui, está a um nível só conseguido por grandes escritores de granja mundial e isto porque o que escreve, aparte de todas as asserções oníricas e dos riquissimos campos filo-metafóricos, sai-lhe em bruto, de dentro, com uma "complexidade" que emana um poder transcendente...ele fere, corroi, esfola a carne e parte o osso, depois sara as feridas num complexo jogo crú, quando simplifica o universo com a questão que advêm da sua escrita e que nos inflige no pensamento a pergunta : " e tu...nunca te sentiste assim?",
Há uma vicio mágico uma paleta de sentimentos que vão do afago ao ódio, da paz á guerra, do amor ao desamor, da tristeza á catarse da mesma, e ao renascimento do mundo onde existe sempre a questão, a dúvida e a resposta.
Se há alguem que este site devia promover, lançar e dar a conhecer é sem dúvida este fabuloso escritor que eu "odeio".
Não só porque ele merece...
Mas porque o mundo merece.

Abraço com muito "ódio"
 

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Lapis-Lazuli

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - 3517 1 1.899 03/13/2018 - 21:32 Português
Poesia/Aforismo In Vapore Sano 4 1.244 03/13/2018 - 21:32 inglês
Poesia/Aforismo Era só isto que eu queria dizer 1 987 02/27/2018 - 10:22 inglês
Poesia/Aforismo salgo :33 Isaías sonha que aos fala aos camones 0 963 06/20/2014 - 15:41 inglês
Poesia/Geral Boca Do Inferno 0 4.548 07/04/2013 - 22:44 Português
Poesia/Pensamentos veludo 3 1.684 05/15/2013 - 17:34 Português
Poesia/Aforismo Segundo Reza a Morte 0 1.178 10/04/2011 - 17:19 Português
Poesia/Meditação Fumo 0 1.426 09/23/2011 - 12:00 Português
Poesia/Aforismo De olhos fechados 3 1.831 09/20/2011 - 22:11 Português
Poesia/Aforismo Tundra 0 1.553 09/20/2011 - 16:36 Português
Poesia/Meditação Vazio 3 1.612 09/16/2011 - 11:00 Português
Poesia/Aforismo Intento 0 1.031 09/05/2011 - 16:52 Português
Poesia/Aforismo Palma Porque sim...Minha Senhora da Solidão 0 1.251 08/29/2011 - 11:13 Português
Poesia/Aforismo Editorial 0 1.383 08/29/2011 - 11:08 Português
Poesia/Pensamentos Ermo Corpo Desabitado 0 1.483 08/29/2011 - 11:04 Português
Poesia/Aforismo Dos passos que fazem eco 1 1.173 06/21/2011 - 22:06 Português
Poesia/Meditação Autoretrato sem dó menor 3 2.147 03/28/2011 - 23:34 Português
Poesia/Aforismo Todo o mundo que tenho 2 1.469 03/09/2011 - 08:23 Português
Fotos/ - 3516 0 2.595 11/24/2010 - 00:55 Português
Fotos/ - 3518 0 2.507 11/24/2010 - 00:55 Português
Fotos/ - 2672 0 3.657 11/24/2010 - 00:51 Português
Prosas/Outros A ultima vez no mundo 0 1.192 11/18/2010 - 23:56 Português
Prosas/Outros Os filhos de Emilia Batalha 0 1.445 11/18/2010 - 23:56 Português
Poesia/Desilusão Veredictos 0 1.098 11/18/2010 - 16:41 Português
Poesia/Intervenção Nada mais fácil que isto 0 1.588 11/18/2010 - 16:41 Português