Pelo sonho vamos

Pelo sonho vamos

Pelo sonho vamos,
Tal é ter alma, não
Cá dentro, adiante
De mim e segui-la

Sem ela e eu saber,
Pelo sonho vamos,
Se não voltarmos
O rosto ao que foi

-Partiu, me deixou,
Não adianta seguir
O que a alma não
Sente ou não sou

Eu desse mundo,
-Passou, sonhar é
O que quero mas
Só consigo parte,

O resto do tempo,
Existo presente,
É o que sou vivo,
Não sei se daqui

Me perdi, não sei
Se quero ter esta
Alma tão cá dentro,
Em silencio, não sei

Se fui eu, ou serei
Meu maior medo
Ao olhar um mundo,
Que não é mesmo

Nem me reconhece,
Tampouco como seu…

Joel Matos (07/2017)
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

Thursday, February 8, 2018 - 12:26

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

Joel's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 1 week 4 days ago
Joined: 12/20/2009
Posts:
Points: 41021

Comments

Joel's picture

Até quando Cheio de nada ter

Até quando Cheio de nada ter

Joel's picture

Até quando Cheio de nada ter

Até quando Cheio de nada ter

Joel's picture

Até quando

Até quando Cheio de nada ter

Add comment

Login to post comments

other contents of Joel

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Ministério da Poesia/General Sem nada … 2 441 07/07/2021 - 15:16 Portuguese
Poesia/General A tenaz negação do eu, 2 250 07/01/2021 - 16:31 Portuguese
Poesia/General Sou minha própria imagem, 2 313 07/01/2021 - 12:50 Portuguese
Poesia/General Há um vão à minha espera 2 280 07/01/2021 - 12:50 Portuguese
Poesia/General leve 4 1.902 06/28/2021 - 15:39 Portuguese
Poesia/General Feliz como poucos … 1 596 06/24/2021 - 11:53 Portuguese
Poesia/General Deus Ex-Machina, “Anima Vili” ... 1 674 06/24/2021 - 11:38 Portuguese
Poesia/General Da significação aos sonhos ... 1 657 06/22/2021 - 10:01 Portuguese
Ministério da Poesia/General Sonho sem fim, nem fundo ... 1 715 06/21/2021 - 16:27 Portuguese
Ministério da Poesia/General Absurdo e Sem-Fim… 1 1.110 06/21/2021 - 16:26 Portuguese
Ministério da Poesia/General A Rua ao meu lado ou O Valor do riso... 1 992 06/21/2021 - 16:25 Portuguese
Ministério da Poesia/General Rua dos Douradores 30 ... 1 828 06/21/2021 - 16:25 Portuguese
Ministério da Poesia/General Excerto “do que era certo” 1 723 06/21/2021 - 16:25 Portuguese
Ministério da Poesia/General Ladram cães à distância, Mato o "Por-Matar" ... 2 870 06/21/2021 - 16:22 Portuguese
Ministério da Poesia/General Morri lívido e nu ... 1 814 06/21/2021 - 16:22 Portuguese
Ministério da Poesia/General Sou "O-Feito-Do-Primeiro-Vidente" 1 799 06/21/2021 - 16:21 Portuguese
Ministério da Poesia/General Pedra, tesoura ou papel..."Do que era certo" 1 1.010 06/21/2021 - 16:21 Portuguese
Ministério da Poesia/General Nada se parece comigo 1 754 06/21/2021 - 16:20 Portuguese
Ministério da Poesia/General Quantos Césares fui eu !!! 1 878 06/21/2021 - 16:20 Portuguese
Ministério da Poesia/General "Sic est vulgus" 1 1.230 06/21/2021 - 16:19 Portuguese
Ministério da Poesia/General Como morre um Rei de palha... 1 784 06/21/2021 - 15:44 Portuguese
Ministério da Poesia/General Vivo do oficio das paixões 1 1.038 06/21/2021 - 15:44 Portuguese
Ministério da Poesia/General Patchwork... 2 1.081 06/21/2021 - 15:44 Portuguese
Poesia/General A síndrome de Savanah 1 1.145 06/21/2021 - 15:43 Portuguese
Poesia/General A sucessão dos dias e a sede de voyeur ... 1 743 06/21/2021 - 15:42 Portuguese