Pelo sonho vamos

Pelo sonho vamos

Pelo sonho vamos,
Tal é ter alma, não
Cá dentro, adiante
De mim e segui-la

Sem ela e eu saber,
Pelo sonho vamos,
Se não voltarmos
O rosto ao que foi

-Partiu, me deixou,
Não adianta seguir
O que a alma não
Sente ou não sou

Eu desse mundo,
-Passou, sonhar é
O que quero mas
Só consigo parte,

O resto do tempo,
Existo presente,
É o que sou vivo,
Não sei se daqui

Me perdi, não sei
Se quero ter esta
Alma tão cá dentro,
Em silencio, não sei

Se fui eu, ou serei
Meu maior medo
Ao olhar um mundo,
Que não é mesmo

Nem me reconhece,
Tampouco como seu…

Joel Matos (07/2017)
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

Thursday, February 8, 2018 - 11:26

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

Joel's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 1 week 17 hours ago
Joined: 12/20/2009
Posts:
Points: 40756

Comments

Joel's picture

Até quando Cheio de nada ter

Até quando Cheio de nada ter

Joel's picture

Até quando Cheio de nada ter

Até quando Cheio de nada ter

Joel's picture

Até quando

Até quando Cheio de nada ter

Add comment

Login to post comments

other contents of Joel

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Ministério da Poesia/General Pangeia e a deriva continental 0 26 01/02/2021 - 18:34 Portuguese
Ministério da Poesia/General A simbologia dos cimos 0 25 01/02/2021 - 18:23 Portuguese
Ministério da Poesia/General Prefiro rosas púrpuras ... 0 14 01/02/2021 - 18:13 Portuguese
Ministério da Poesia/General Por um ténue, pálido fio de tule 0 15 01/02/2021 - 17:59 Portuguese
Ministério da Poesia/General Me perco em querer 0 16 01/02/2021 - 17:47 Portuguese
Ministério da Poesia/General Epistemologia dos Sismos 0 16 01/02/2021 - 17:26 Portuguese
Ministério da Poesia/General A sismologia nos símios 0 23 01/02/2021 - 17:11 Portuguese
Poesia/General Não passo de um sonho vago, alheio 0 30 01/02/2021 - 16:48 Portuguese
Poesia/General Cumpro com rigor a derrota 0 38 01/02/2021 - 16:23 Portuguese
Poesia/General Perdida a humanidade em mim 0 46 01/02/2021 - 16:08 Portuguese
Poesia/General Em pêlo e a galope... 7 170 11/27/2020 - 17:11 Portuguese
Poesia/General Vencido 3 150 11/25/2020 - 18:26 Portuguese
Poesia/General Esquecer é ser esquecido 0 244 09/28/2020 - 14:47 Portuguese
Poesia/General Na minha terra não há terra, 0 635 06/02/2020 - 15:16 Portuguese
Poesia/General A sucessão dos dias e a sede de voyeur ... 0 398 06/02/2020 - 15:09 Portuguese
Poesia/General O Amor é uma nação em risco, 1 793 05/02/2020 - 23:37 Portuguese
Ministério da Poesia/General Ninguém me distingue de quem sou eu ... 1 483 04/20/2020 - 22:34 Portuguese
Ministério da Poesia/General A um Deus pouco divino … 1 643 04/19/2020 - 11:02 Portuguese
Poesia/General “Hic sunt dracones”, A dor é tudo … 4 1.143 04/15/2020 - 15:25 Portuguese
Poesia/General A Morte não é Bem-Vinda ... 2 717 04/15/2020 - 14:46 Portuguese
Poesia/General Objectos próximos, 0 785 04/15/2020 - 11:06 Portuguese
Poesia/General Daniel Faria, excerto “Do que era certo” 0 649 04/15/2020 - 10:58 Portuguese
Ministério da Poesia/General O avesso do espelho... 5 542 03/01/2020 - 20:02 Portuguese
Poesia/General A síndrome de Savanah 0 679 03/01/2020 - 19:26 Portuguese
Ministério da Poesia/General O Estado da Dúvida 2 397 01/24/2020 - 20:05 Portuguese