Onde as nuvens pousam

Não é da morte que tenho medo
porque a maldade é vida
nela os caminhos fazem-se dor
em lágrimas descoloridas…

A dor é medo e a medo é dorido
nos desbotados dias
onde as nuvens pousam
sem licença, sentenças de morte.

Só a vida sente, a morte nada consente
viver é o imperativo, onde me sustento
entre dores e medos luto…não me ausento!

A vida pode ser uma ausência
a morte a presença, que não esquece
tudo depende daquilo que é a vida
feita de gestos, presentes
porque as palavras não morrem
mas podem ser mortas, numa extensa vida!

Submited by

Monday, January 13, 2014 - 16:46

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

AnaCoelho's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 6 years 6 weeks ago
Joined: 11/14/2008
Posts:
Points: 1789

Comments

Joel's picture

se morresse agora

Se morresse agora
Morreria crendo
Ser a hora e o tempo
De virar a cara

À presença que ocupo
E aquela que aqui
Me demoro e despedir
Porque me enche

Ainda a vida

Add comment

Login to post comments

other contents of AnaCoelho

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Meditation Densidade do olhar 2 1.233 03/15/2018 - 08:38 Portuguese
Poesia/Love Contigo aprendi a sonhar 2 1.275 03/15/2018 - 08:37 Portuguese
Poesia/Meditation Onde as nuvens pousam 1 751 11/07/2015 - 10:14 Portuguese
Poesia/Meditation Lágrimas quentes 0 1.012 12/22/2012 - 19:02 Portuguese
Poesia/Love Juntos galgaremos as margens 0 1.341 12/20/2012 - 01:10 Portuguese
Poesia/Aphorism Há uma pauta aberta 0 919 10/08/2012 - 05:36 Portuguese
Poesia/Intervention Fazer das letras os gestos 0 1.598 07/21/2012 - 20:14 Portuguese
Poesia/Meditation Os vales da realidade 3 770 07/09/2012 - 07:10 Portuguese
Poesia/Meditation Um oásis que flutua 0 525 06/25/2012 - 15:33 Portuguese
Poesia/Dedicated Não há lábios nem lágrimas 0 1.069 06/24/2012 - 11:16 Portuguese
Poesia/Meditation Num grito estagnado 1 1.058 06/21/2012 - 17:21 Portuguese
Poesia/Friendship Amigo...preenchimento do verbo amar 1 1.044 06/20/2012 - 19:54 Portuguese
Poesia/Meditation Cadências cálidas 1 864 06/14/2012 - 09:10 Portuguese
Poesia/Meditation Esquina da palavra 1 1.604 06/13/2012 - 07:40 Portuguese
Poesia/Intervention Pura ilusão cega 3 947 04/15/2012 - 16:35 Portuguese
Poesia/Meditation Esquina de cada utopia 1 1.184 01/06/2012 - 16:32 Portuguese
Poesia/Meditation Os braços sonham ser asas 0 1.580 12/31/2011 - 00:49 Portuguese
Poesia/Meditation Mar de nada 1 1.244 12/11/2011 - 18:44 Portuguese
Poesia/Meditation Traição do destino 0 1.201 12/04/2011 - 21:41 Portuguese
Poesia/Meditation Caminho aberto 0 1.130 11/30/2011 - 21:23 Portuguese
Poesia/Meditation Desígnios da vida 0 1.009 11/29/2011 - 20:06 Portuguese
Poesia/Love Amor entre poetas 2 2.148 10/20/2011 - 12:08 Portuguese
Poesia/Dedicated Agora Setembro Renasce 0 2.547 09/23/2011 - 04:35 Portuguese
Poesia/Meditation Os argumentos de um poema 0 1.866 09/22/2011 - 02:49 Portuguese
Poesia/Meditation EXCERTOS DA ALMA 1 1.658 09/19/2011 - 14:25 Portuguese