Espírito de um Natal bem humano...

Que o Espírito do Natal
Esteja sempre presente em nossos lares,
Em nossas mentes e corações

Trazendo a paz e a harmonia,
Sensibilidade em perceber as diferenças
Sabedoria ao fazer nossas escolhas

Irradiando luz em nossos caminhos
Solidariedade para ajudar os necessitados
Serenidade para aceitar as mudanças

Renovando a energia de nossas baterias físicas
Recarregue as vibrações positivas
Apazigue os nossos espíritos inquietos

Saudando a cada um dos presentes, como irmão
Alimente com o vinho e o pão,
A sagrada ceia da noite de Natal

Vivendo no limite das possibilidades modernas
Descarregue agora o fardo dos nossos dias cansados
Doe o que tem de mais precioso: o gesto de amor.

Presentes abertos, lágrimas e sorrisos
Lembranças queridas, aperto no peito
Mas, sempre uma vida que re-nasce

A todos nós, um brinde fraterno
E um humilde agradecimento
Pelo fato de:

Sermos o que deveras somos,
Humanos, demasiado humanos

De querermos mais do que necessitamos
Humanos, demasiado humanos

De suportarmos o que padecemos
Humanos, demasiado humanos

De vivermos o que podemos,
Humanos, demasiado humanos

De lutarmos pelo que acreditamos
Humanos, demasiado humanos

Goiânia, 24 de dezembro de 2010.

AjAraújo, poema de Natal, inspirado em Charles Dickens e em G. F. Nietszche.

Submited by

Friday, December 24, 2010 - 22:41

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

AjAraujo's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 1 year 32 weeks ago
Joined: 10/29/2009
Posts:
Points: 15584

Add comment

Login to post comments

other contents of AjAraujo

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Meditation Está bem (Nicolas Guillen) 0 3.649 04/10/2012 - 23:33 Portuguese
Poesia/Dedicated Che (Julio Cortazar) 1 1.673 04/08/2012 - 14:11 Portuguese
Poesia/Intervention De pé a lembrança caída no caminho (Ernesto Che Guevara) 0 1.279 04/08/2012 - 13:04 Portuguese
Poesia/Dedicated Cristo Te amo (Ernesto Che Guevara) 1 1.518 04/08/2012 - 12:26 Portuguese
Poesia/Sadness Por (para) onde caminha a nossa juventude? 2 772 04/08/2012 - 11:50 Portuguese
Poesia/Meditation A Via-Crucis: Parte II 0 838 04/07/2012 - 22:04 Portuguese
Poesia/Meditation A Via-Crucis: Parte I 0 751 04/07/2012 - 22:01 Portuguese
Poesia/Intervention A canção mais recente (Cassiano Ricardo) 1 1.209 04/06/2012 - 09:00 Portuguese
Poesia/Intervention Fuga em azul menor (Cassiano Ricardo) 1 1.251 04/06/2012 - 07:11 Portuguese
Poesia/Intervention Inscrição (Cassiano Ricardo) 0 611 04/06/2012 - 01:25 Portuguese
Poesia/Meditation Haverá um amanhã? 2 788 04/04/2012 - 22:06 Portuguese
Videos/Others Moon River - from Henry Mancini (Mantovani & Orchestra) 0 2.238 03/31/2012 - 20:43 English
Videos/Music If I Loved You; You'll Never Walk Alone - Medley (Hugo Montenegro & Orchestra) 0 1.541 03/31/2012 - 20:20 English
Videos/Music Just Like a Woman (Hugo Montenegro & Orchestra) 0 2.226 03/31/2012 - 20:08 English
Videos/Music Amor de mañana (Hugo Montenegro & Orchestra) 0 2.761 03/31/2012 - 20:08 English
Videos/Music Canadian Sunset (Hugo Winterhalter) 0 2.799 03/31/2012 - 20:06 English
Videos/Movies Tomorrow's Love (Hugo Montenegro & Orchestra) 0 2.415 03/31/2012 - 20:02 English
Poesia/Poetrix Pão 0 586 03/31/2012 - 19:54 Portuguese
Poesia/Love Façamos um trato (Mário Benedetti) 0 2.485 03/31/2012 - 19:52 Portuguese
Poesia/Intervention Pomar de minha mente 2 633 03/31/2012 - 19:50 Portuguese
Poesia/Intervention Quando a dor sorri... 0 840 03/25/2012 - 12:21 Portuguese
Poesia/Joy Manto dourado 0 986 03/25/2012 - 12:18 Portuguese
Poesia/Thoughts Diferentes Caminhos para uma Felicidade Sempre Insuficiente (Sigmund Freud) 0 745 03/21/2012 - 21:44 Portuguese
Poesia/Thoughts Os Poetas e os Romancistas são os Mestres do Conhecimento da Alma (Sigmund Freud) 0 1.349 03/21/2012 - 21:37 Portuguese
Poesia/Thoughts Esforçamo-nos Mais por Evitar o Sofrimento do que Procurar o Prazer (Sigmund Freud) 0 1.425 03/21/2012 - 21:30 Portuguese