Espírito de um Natal bem humano...

Que o Espírito do Natal
Esteja sempre presente em nossos lares,
Em nossas mentes e corações

Trazendo a paz e a harmonia,
Sensibilidade em perceber as diferenças
Sabedoria ao fazer nossas escolhas

Irradiando luz em nossos caminhos
Solidariedade para ajudar os necessitados
Serenidade para aceitar as mudanças

Renovando a energia de nossas baterias físicas
Recarregue as vibrações positivas
Apazigue os nossos espíritos inquietos

Saudando a cada um dos presentes, como irmão
Alimente com o vinho e o pão,
A sagrada ceia da noite de Natal

Vivendo no limite das possibilidades modernas
Descarregue agora o fardo dos nossos dias cansados
Doe o que tem de mais precioso: o gesto de amor.

Presentes abertos, lágrimas e sorrisos
Lembranças queridas, aperto no peito
Mas, sempre uma vida que re-nasce

A todos nós, um brinde fraterno
E um humilde agradecimento
Pelo fato de:

Sermos o que deveras somos,
Humanos, demasiado humanos

De querermos mais do que necessitamos
Humanos, demasiado humanos

De suportarmos o que padecemos
Humanos, demasiado humanos

De vivermos o que podemos,
Humanos, demasiado humanos

De lutarmos pelo que acreditamos
Humanos, demasiado humanos

Goiânia, 24 de dezembro de 2010.

AjAraújo, poema de Natal, inspirado em Charles Dickens e em G. F. Nietszche.

Submited by

Friday, December 24, 2010 - 23:41

Poesia :

No votes yet

AjAraujo

AjAraujo's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 1 year 8 weeks ago
Joined: 10/29/2009
Posts:
Points: 15584

Add comment

Login to post comments

other contents of AjAraujo

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Dedicated Elegia ao Outono 1 714 03/21/2012 - 00:16 Portuguese
Poesia/Dedicated Da Terra brotam os Grãos... Sementes de vida 0 630 03/19/2012 - 22:51 Portuguese
Poesia/Intervention A mística da poesia 0 494 03/19/2012 - 22:48 Portuguese
Videos/Music Both Sides Now (Joni Mitchell) 0 1.966 03/19/2012 - 22:22 English
Videos/Music We're All Alone (Johnny Mathis & Petula Clark) 0 1.185 03/19/2012 - 22:07 English
Videos/Music Angel of the Morning (The Pretenders) 0 2.970 03/19/2012 - 21:45 English
Videos/Private I´ll stand by you, live (Chrissie Hynde, from music of The Pretenders) 0 2.747 03/19/2012 - 21:45 English
Videos/Music I'll stand by you - The Pretenders (with lyrics) 0 1.497 03/19/2012 - 21:45 English
Videos/Music Downtown (Petula Clark) 0 1.559 03/19/2012 - 21:45 English
Poesia/Intervention Passado, Presente e Futuro (José Saramago) 0 669 03/11/2012 - 21:29 Portuguese
Poesia/Intervention Não me peçam razões (José Saramago) 0 798 03/11/2012 - 21:25 Portuguese
Poesia/Thoughts A Regra Fundamental da Vida (José Saramago) 0 943 03/11/2012 - 21:20 Portuguese
Poesia/Intervention Questão de Palavras (José Saramago) 0 860 03/03/2012 - 22:28 Portuguese
Poesia/Aphorism Premonição (José Saramago) 0 900 03/03/2012 - 22:23 Portuguese
Poesia/Fantasy Água azul (José Saramago) 0 746 03/03/2012 - 22:19 Portuguese
Poesia/Dedicated Santanésia: Terra dos Sonhos - resta uma saudade! 0 1.473 02/26/2012 - 16:45 Portuguese
Poesia/Aphorism Ruptura: o dia do basta aos modismos 0 912 02/26/2012 - 16:30 Portuguese
Poesia/Aphorism O tempo (José Luis Appleyard) 0 725 02/24/2012 - 11:00 Portuguese
Poesia/Intervention Insônia (Rafael Diaz Icaza) 0 867 02/24/2012 - 10:55 Portuguese
Poesia/Dedicated Alfonsina e o mar (Félix Luna) 0 1.297 02/24/2012 - 10:46 Portuguese
Poesia/Dedicated Roça de Milho 0 825 02/23/2012 - 16:43 Portuguese
Poesia/Intervention A hora de ir-se 0 761 02/23/2012 - 16:13 Portuguese
Poesia/Dedicated Os Glaciares da Patagônia: salvemos! 0 542 02/23/2012 - 16:11 Portuguese
Poesia/Intervention Caminheiro (Ossip Mandelstam) 0 998 02/22/2012 - 13:02 Portuguese
Poesia/Intervention Chuva Oblíqua (Fernando Pessoa) 0 1.024 02/22/2012 - 12:59 Portuguese