CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

acto de fé

A flor Silvestre
Para dormir desperta em Mãe-Terra
Na orla da floresta frágil d’azinheiras
Havia que permanecer de raízes por terras, nuas,
Admirar Vega em noites sofismadas
Na sombra vaga ,nas margens d’azinhagas,
Da grande serra do Risco.

E os fogos-de-santelmo vieram
Na noite terna (sem nuvens) despertar
O Homem da flor silvestre
Cansado de repetir-se.
A flor Silvestre d’aragem sem pressas
Sopra em trigos e searas perenes,
Selvas ainda densas
Sussurrará sempre uma mensagem
De fé da Terra-Mãe.

Jorge Santos

Submited by

segunda-feira, dezembro 21, 2009 - 12:54

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 10 horas 41 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40551

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Convenço, convencei, convençai… 491 946 04/09/2019 - 11:00 Português
Poesia/Geral Certidão de procedência 406 813 04/09/2019 - 10:58 Português
Poesia/Geral - Papoila é nome de guerra - 359 28.490 04/09/2019 - 10:56 Português
Poesia/Geral Como terra me quero, descalço e baixo ... 480 710 04/09/2019 - 10:52 Português
Poesia/Geral O erro de Descartes 479 821 04/09/2019 - 10:49 Português
Ministério da Poesia/Geral V de Vitória - Revolução - 537 1.349 04/03/2019 - 15:43 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha alma é um lego 506 1.282 03/30/2019 - 16:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu sou tudo aquilo por onde me perco… 420 1.237 03/30/2019 - 16:17 Português
Poesia/Geral (1820) 305 1.312 03/30/2019 - 16:14 Português
Ministério da Poesia/Geral "Je ne dis rien, tu m'écoutes" 468 1.274 03/30/2019 - 16:13 Português
Ministério da Poesia/Geral Cansei. 346 1.496 03/30/2019 - 16:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Temo as sombras e o burburinho … 352 846 03/30/2019 - 16:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Despido de tudo quanto sou... 241 1.239 03/30/2019 - 16:03 Português
Ministério da Poesia/Geral O mar que não tem a Lua ... 288 1.145 03/30/2019 - 16:03 Português
Poesia/Geral Ou eu me não chame de Antônio ... 543 926 03/30/2019 - 16:01 Português
Poesia/Geral Sobre conceitos 436 3.642 03/30/2019 - 15:59 Português
Ministério da Poesia/Geral Sem casas não haveriam ruas ... 343 802 03/30/2019 - 15:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Que será da nossa viúva sombra, 368 850 03/30/2019 - 15:56 Português
Poesia/Geral Sonho d'Midas ... 351 1.327 03/30/2019 - 15:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Gostaria de ter um Cadillac novo, 329 1.164 03/30/2019 - 15:52 Português
Poesia/Geral Cego debruçado em via-estreita 290 535 03/30/2019 - 12:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Botto 261 1.226 03/30/2019 - 12:21 Português
Ministério da Poesia/Geral Difícil é sair de mim, eu mesmo... 557 972 03/30/2019 - 12:19 Português
Ministério da Poesia/Geral O poema d'hoje não é diferente ... 357 790 03/30/2019 - 12:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Todos os nomes que te dou, são meus ... 284 1.010 03/30/2019 - 12:15 Português