CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Cicatriz

Aqui jaz um amor, sem pergaminho
onde se escreva o conto do seu fado
nem pluma que desenhe em acto póstumo
com tinta do meu sangue o seu retrato.

Sobre a recordação em carne viva
o tempo passará dedos de bálsamo
e, cumprindo a sequência do seu ritmo,
noites e madrugadas, passo a passo,
estancarão na alma a hemorragia.
As horas com seus gestos reiterados
e um novelo de linhas invisíveis
costurarão com ténues pontos sábios
as delicadas bordas da ferida.
 

Recôndito e inaudível será o pranto.

Quando a memória recobrar o rumo
sobrará como um tímido reparo
a cicatriz à flor da pele da alma
e um resto de pesar velho e bizarro.
 

Submited by

quinta-feira, maio 5, 2011 - 22:23

Ministério da Poesia :

No votes yet

Tania Alegria

imagem de Tania Alegria
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 anos 39 semanas
Membro desde: 05/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 156

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Tania Alegria

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Poetrix Está tudo bem 0 964 05/05/2011 - 23:03 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Encantador de pássaros 0 1.130 05/05/2011 - 22:54 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Ritos 0 848 05/05/2011 - 22:48 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Sal da terra 0 742 05/05/2011 - 22:32 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Acaso 0 731 05/05/2011 - 22:30 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Fala comigo 0 911 05/05/2011 - 22:26 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Cicatriz 0 687 05/05/2011 - 22:23 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Este domingo 0 662 05/05/2011 - 22:18 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Quando estou triste me transformo em árvore 0 1.039 05/05/2011 - 22:15 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Sombras 0 647 05/05/2011 - 22:09 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Monólogo do morto 0 918 05/05/2011 - 22:05 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Habito lápides 0 750 05/05/2011 - 21:47 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Eu te direi em versos 0 821 05/05/2011 - 21:43 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Mulher diante do espelho 0 1.049 05/05/2011 - 21:38 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Memorial da espera 0 595 05/05/2011 - 21:34 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Horizontes 0 582 05/05/2011 - 00:29 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Assonâncias 0 1.088 05/05/2011 - 00:27 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Peito a dentro 0 648 05/05/2011 - 00:23 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Entrelaçando luzes 0 550 05/05/2011 - 00:20 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Enredando as horas 0 612 05/05/2011 - 00:09 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Assédio 0 467 05/05/2011 - 00:03 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Margens 0 575 05/04/2011 - 23:59 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Tréguas 0 503 05/04/2011 - 23:55 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Tréguas 0 433 05/04/2011 - 23:55 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Seara amarga 0 606 05/04/2011 - 23:42 Português