CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Margens

A distância se mede em água e sal,
em horas que navegam entre margens,
vice versas de adeus, como dentadas,
e outras inclemências.

Entre Ítaca e Ítaca transporto
de contrabando na mochila apátrida
os fios com que alinhavo paradoxos
ao sul dos frutos
ao norte das raízes.

Tantas gotas de ausência desafiam meus braços
que os meus remos, qual bússolas dementes,
despedaçaram a rosa dos ventos.

E eu já não sei que terra é essa terra
que eu chamo lar.

Pátria é aquele chão onde uma vez
se imprimiram as solas dos meus mortos
e por isso eu me irei sem saber nunca
de que lado do mar era o exílio.
 

Submited by

quarta-feira, maio 4, 2011 - 22:59

Ministério da Poesia :

No votes yet

Tania Alegria

imagem de Tania Alegria
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 9 anos 29 semanas
Membro desde: 05/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 156

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Tania Alegria

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Poetrix Está tudo bem 0 1.209 05/05/2011 - 22:03 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Encantador de pássaros 0 1.326 05/05/2011 - 21:54 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Ritos 0 980 05/05/2011 - 21:48 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Sal da terra 0 878 05/05/2011 - 21:32 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Acaso 0 915 05/05/2011 - 21:30 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Fala comigo 0 1.083 05/05/2011 - 21:26 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Cicatriz 0 882 05/05/2011 - 21:23 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Este domingo 0 753 05/05/2011 - 21:18 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Quando estou triste me transformo em árvore 0 1.127 05/05/2011 - 21:15 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Sombras 0 765 05/05/2011 - 21:09 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Monólogo do morto 0 1.028 05/05/2011 - 21:05 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Habito lápides 0 856 05/05/2011 - 20:47 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Eu te direi em versos 0 998 05/05/2011 - 20:43 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Mulher diante do espelho 0 1.178 05/05/2011 - 20:38 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Memorial da espera 0 726 05/05/2011 - 20:34 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Horizontes 0 676 05/04/2011 - 23:29 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Assonâncias 0 1.244 05/04/2011 - 23:27 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Peito a dentro 0 772 05/04/2011 - 23:23 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Entrelaçando luzes 0 629 05/04/2011 - 23:20 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Enredando as horas 0 715 05/04/2011 - 23:09 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Assédio 0 547 05/04/2011 - 23:03 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Margens 0 670 05/04/2011 - 22:59 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Tréguas 0 622 05/04/2011 - 22:55 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Tréguas 0 526 05/04/2011 - 22:55 Português
Ministério da Poesia/Poetrix Seara amarga 0 719 05/04/2011 - 22:42 Português