CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Fujo…

Aparente é o tempo meu
Em tudo quanto morrendo
Não morre, fica e me prende
De incerteza e na ausência

De plateia sindica, ansioso
Perante a audiência, eu
A quem o tempo pesa
A fadiga e adia a morte

Aparente do fuso tempo,
Que não morre, prende
E de soslaio me fita…
Milito gestos e anúncios

Do meu desempenho
De humano infecundo,
O mundo é porventura
Só um mundo e acaso

Haja outro, não tem
Importância nem me
É útil a mesmíssima sorte…
Aparente é o meu tempo

Mil, montando palavras
Em escadote e escalas,
Nomes em saldo, incluo
Nada meu nem aprendo

O mecanismo do aparente
Tempo…fujo.

Jorge Santos (03/09/2015)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, março 2, 2018 - 18:07

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 dia 7 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40682

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de DouglasFagundesMurta

Bravo

Que beleza!

imagem de Joel

a beleza

do vosso olhar

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

fujo

fujo Do meu desempenho
De humano infecundo,
O mundo é porventura
Só um mundo

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Último Poema 435 2.313 04/10/2019 - 10:50 Português
Ministério da Poesia/Geral Colossal o Oceano, 434 1.514 04/10/2019 - 10:49 Português
Ministério da Poesia/Geral O Gebo e o Sonho. 404 1.796 04/10/2019 - 10:48 Português
Ministério da Poesia/Geral Convenço, convencei, convençai… 491 1.431 04/09/2019 - 12:00 Português
Poesia/Geral Certidão de procedência 406 1.180 04/09/2019 - 11:58 Português
Poesia/Geral - Papoila é nome de guerra - 359 29.509 04/09/2019 - 11:56 Português
Poesia/Geral Como terra me quero, descalço e baixo ... 480 840 04/09/2019 - 11:52 Português
Poesia/Geral O erro de Descartes 479 1.076 04/09/2019 - 11:49 Português
Ministério da Poesia/Geral V de Vitória - Revolução - 537 1.699 04/03/2019 - 16:43 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha alma é um lego 506 1.763 03/30/2019 - 17:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu sou tudo aquilo por onde me perco… 420 1.448 03/30/2019 - 17:17 Português
Poesia/Geral (1820) 305 1.544 03/30/2019 - 17:14 Português
Ministério da Poesia/Geral "Je ne dis rien, tu m'écoutes" 468 1.566 03/30/2019 - 17:13 Português
Ministério da Poesia/Geral Cansei. 346 1.861 03/30/2019 - 17:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Temo as sombras e o burburinho … 352 1.031 03/30/2019 - 17:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Despido de tudo quanto sou... 241 1.928 03/30/2019 - 17:03 Português
Ministério da Poesia/Geral O mar que não tem a Lua ... 288 1.565 03/30/2019 - 17:03 Português
Poesia/Geral Ou eu me não chame de Antônio ... 543 1.167 03/30/2019 - 17:01 Português
Poesia/Geral Sobre conceitos 436 4.043 03/30/2019 - 16:59 Português
Ministério da Poesia/Geral Sem casas não haveriam ruas ... 343 944 03/30/2019 - 16:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Que será da nossa viúva sombra, 368 1.169 03/30/2019 - 16:56 Português
Poesia/Geral Sonho d'Midas ... 351 1.651 03/30/2019 - 16:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Gostaria de ter um Cadillac novo, 329 1.793 03/30/2019 - 16:52 Português
Poesia/Geral Cego debruçado em via-estreita 290 698 03/30/2019 - 13:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Botto 261 1.994 03/30/2019 - 13:21 Português