CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Não é preciso pedir…

Não é preciso pedir perdão
Solenemente , basta um aceno
Mudo da janela, ou do coração,
Deixar o peito roçar o queixo,

Para sentir que somos perdoados,
Como os poetas todos deviam ser,
Mesmo estando errados ou não,
Se for preciso perdoamos a dor

Avessa, como se fosse a nós alheia,
Perdoamos até o próprio pensar,
Quando é negro e ainda perdemos
A mossa do queixo no nosso peito,

Pensando não ser necessário
Agradecer esse simples perdão…

Joel Matos (10/2015)
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, fevereiro 23, 2018 - 17:04

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 12 horas 51 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 33860

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

Perdoamos até o próprio pensar,

dos outros

imagem de Joel

perdoados, Como os poetas todos deviam ser, Mesmo estando errad

perdoados,
Como os poetas todos deviam ser,
Mesmo estando errados, eu não

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral I can fly ... 11 391 10/16/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral -O corte do costume, se faz favor – 14 234 10/16/2018 - 09:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Jaz por terra... 13 260 10/16/2018 - 09:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu sou o oposto, 13 258 10/16/2018 - 09:36 Português
Ministério da Poesia/Geral Escolho fugir de mim, 13 895 10/16/2018 - 09:35 Português
Ministério da Poesia/Geral No bater de duas asas​ ... 13 234 10/16/2018 - 09:34 Português
Poesia/Geral “From above to below” 13 247 10/16/2018 - 09:33 Português
Ministério da Poesia/Geral Conto … 13 156 10/16/2018 - 09:32 Português
Ministério da Poesia/Geral “From above to below” 13 253 10/16/2018 - 09:31 Português
Ministério da Poesia/Geral JOEL MATOS 14 407 10/16/2018 - 09:31 Português
Ministério da Poesia/Geral Antes de tud’o mais ... 13 200 10/16/2018 - 09:30 Português
Ministério da Poesia/Geral "Sinto" 13 513 10/16/2018 - 09:29 Português
Ministério da Poesia/Geral "Semper aeternum" 13 345 10/16/2018 - 09:28 Português
Ministério da Poesia/Geral Ao principio ... 14 338 10/16/2018 - 09:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Em geral ... 13 259 10/16/2018 - 09:26 Português
Poesia/Geral A Confissão ( A Neruda) 13 1.301 10/16/2018 - 08:54 Português
Poesia/Geral “Entre duas aspas” 13 204 10/16/2018 - 08:53 Português
Poesia/Geral Como paisagem ao morrer o dia, o voar do ganso… 13 218 10/16/2018 - 08:52 Português
Poesia/Geral A verdade é Tenente ...Tio Lawrence. 13 248 10/16/2018 - 08:51 Português
Ministério da Poesia/Geral Tenho sonhado desperto … 12 220 10/16/2018 - 08:51 Português
Ministério da Poesia/Geral Subtil …. 13 270 10/16/2018 - 08:49 Português
Ministério da Poesia/Geral Pena ser levado a sério e ainda... 13 171 10/13/2018 - 19:12 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Bonfim 10 1.493 08/08/2018 - 16:37 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Mero 10 1.379 08/08/2018 - 16:35 Português
Ministério da Poesia/Aforismo furioso Inverno 10 1.752 08/08/2018 - 16:34 Português