CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Certidão de procedência

Certidão de procedência

Qualquer coisa em mim se parece agora mais comigo,
Pálpebras de besta, coração de gente,
Sensação de vácuo omnipresente, amargo
De boca agreste, ombros do tamanho dum touro,

Qualquer coisa em mim pressente que morro,
Que tudo seja fantasia, asseguro que não mudo,
Não mudo as pálpebras para o peito,
Não me iludo com o que antevejo,

Desligo o passo, do real faço absurdo,
Bocejo quanto a boca pode, como forasteiro,
Procedo a uma aceitação das coisas leves,
Indiferente aos valores, nada há que explicar

A um defunto que seja lúcido quanto o ferro
E saiba a sangue ou o prazer que existe
Na dor caseira, hoje é a lembrança que penetro,
Que magoa, plantei os olhos numa maçã

Gamboa, elogio a loucura, gabo-me ao metro
De não ser do que padeço mas da cura,
Vivo com impressão que não me pertenço
Pálpebras de besta, coração de mula,

Em negrito, “New Roman” que mais se pareça
Comigo, salário mísero e sem remédio,
A gula é privilégio da embriaguez de eunucos
E eu procedo do lado duro, sobretudo domino-me

Pela preguiça …

Jorge Santos 04/2019
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

sábado, abril 6, 2019 - 09:01

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 1 dia
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40650

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral O azedume no vinagre ou rumo a Centauro-A 209 951 03/30/2019 - 11:14 Português
Poesia/Geral o sabor da terra 296 644 03/30/2019 - 11:12 Português
Poesia/Geral Inté'que poema se chame de Eu ... 243 867 03/30/2019 - 11:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Igual a toda'gente... 287 1.012 03/30/2019 - 11:10 Português
Ministério da Poesia/Geral À excelência ! 160 1.213 03/30/2019 - 11:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Contraditório, só eu sou... 181 664 03/30/2019 - 11:07 Português
Ministério da Poesia/Geral Cuido que não sei, 172 1.024 03/30/2019 - 11:05 Português
Ministério da Poesia/Geral “Semper aeternum” 211 870 03/30/2019 - 11:04 Português
Ministério da Poesia/Geral Sei porque vejo, 222 1.330 03/30/2019 - 11:04 Português
Ministério da Poesia/Geral O poço do Oráculo… 30 160 12/02/2018 - 18:39 Português
Ministério da Poesia/Intervenção (Os Míseros não Têm Mando) 17 1.123 12/02/2018 - 18:34 Português
Ministério da Poesia/Geral Canto ao dia, pra que à noite não… 19 139 12/02/2018 - 18:13 Português
Poesia/Geral (Meu reino é um prado morto) 24 611 12/02/2018 - 18:04 Português
Ministério da Poesia/Geral Canção Cansei 24 437 12/02/2018 - 18:02 Português
Poesia/Geral Tenho um conto pra contar 16 673 12/02/2018 - 18:00 Português
Ministério da Poesia/Aforismo não sei quem sou 21 890 12/02/2018 - 17:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Prazer da busca… 17 87 12/02/2018 - 17:56 Português
Ministério da Poesia/Geral Com a mesa encostada aos lábios… 12 243 12/02/2018 - 17:47 Português
Ministério da Poesia/Geral Porque Poema és Tu 22 112 12/02/2018 - 17:47 Português
Poesia/Geral Nêsperas do meu encanto… 16 407 12/02/2018 - 17:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Natureza viva 13 242 12/02/2018 - 17:44 Português
Ministério da Poesia/Aforismo aresta ou 10 1.857 11/28/2018 - 16:38 Português
Ministério da Poesia/Dedicado teresa dia bom 12 1.069 11/28/2018 - 16:35 Português
Ministério da Poesia/Gótico ragon 10 1.741 11/28/2018 - 16:33 Português
Ministério da Poesia/Aforismo par 10 1.529 11/28/2018 - 16:27 Português