CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Entre viagens

Viajante peregrino
quantas viagens inventas
em quantas almas te almejas!

Só, em graves montanhas
cantas desafinado.
Ouves a tua voz
ecoando e volteando,
desatando os teus nós.

Só, em verdes vales,
encontras-te em flores
que pintas em telas incolores.
Transformas o branco
do teu quarto descolorido
quando do teu frio ficas transido.

Só, junto ao rio calmo
afagas as águas turvas.
Milagroso ficam límpidas,
eivadas das dores barrentas,
vertidas de olhos que inventas.

Só, no meio do mar revolto,
apetece-te deixar teu corpo morto
cansado de tantas viagens.
Ameaçam-te as nuvens negras
onde te revês, contrariado.
Sonhas as almas abandonadas…

Sacodes o corpo molhado,
reencontras o teu espaço
entre eternas viagens.
Retomas o porto seguro
teu quarto, esvaziado
de insanas fantasias
e inglórias utopias.

Viajante peregrino
aceitas o teu destino,
alimento viciante.
Segues confiante
socorres almas perdidas
nas viagens de insónias.
São o teu agasalho
uma manta de retalho
o sangue das tuas veias…

OF 05-11-11
http://portate-mal.blogspot.pt/

Submited by

quinta-feira, julho 12, 2012 - 01:06

Poesia :

No votes yet

Odete Ferreira

imagem de Odete Ferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 3 semanas
Membro desde: 01/11/2011
Conteúdos:
Pontos: 1924

Comentários

imagem de GIL60

Quantos de nós viajamos por essas paragens...

Gostei deste teu poema, Odete.

Parabéns!

Beijinhos

imagem de Odete Ferreira

P/GIL60

Grata pela tua presença e apreciação, amigo Gil.

Como infelizmente não tenho tempo de ler e comentar tudo o que os amigos(as) merecem,

só vou postando um texto (poema/prosa), numa média de um por semana e escolho-os um pouco ao acaso.

Bjo :)

imagem de Henricabilio

As mais encantadoras

As mais encantadoras viagens
pelas estradas da imaginação
- e não existe solidão que resista.

1 abraç0o!

Abilio

imagem de Odete Ferreira

P/Henricabilio (Entre viagens)

Obg pela presença e comentário, amigo Abílio :)

Na verdade, o termo viagem e peregrino tem uma abrangência semânica enorme, pode ser factual,

ancentral, mental, de cariz religioso... Este é um poema de miscelânea...

Bjo, meu amigo :)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odete Ferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Entardecer com sabor a despedida 1 1.557 03/15/2018 - 13:59 Português
Poesia/Tristeza Música 1 1.386 03/15/2018 - 13:58 Português
Poesia/Desilusão Apenas mais um dia 1 2.006 03/15/2018 - 13:57 Português
Poesia/Meditação Se a vida fosse sempre assim 1 1.454 03/15/2018 - 13:56 Português
Ministério da Poesia/Fantasia Seres incompletos 3 1.754 03/15/2018 - 13:56 Português
Prosas/Outros No sopé da montanha 1 860 03/08/2018 - 19:01 Português
Poesia/Meditação Tempo(s) 1 1.543 03/08/2018 - 18:43 Português
Poesia/Fantasia Surrealidades 1 1.327 03/08/2018 - 18:42 Português
Poesia/Tristeza Emocão 5 1.769 03/08/2018 - 16:48 Português
Poesia/Dedicado Mulher-Dor 3 977 03/08/2018 - 16:14 Português
Poesia/Intervenção E a festa veste-se em cada madrugada 3 1.603 02/27/2018 - 11:43 Português
Poesia/Meditação À míngua 0 1.414 12/30/2015 - 22:36 Português
Poesia/Intervenção Não invoquem o meu nome em vão 0 1.829 11/25/2015 - 02:18 Português
Prosas/Outros Da alma 0 882 09/01/2015 - 19:58 Português
Poesia/Fantasia Surreal XXVIII 0 1.302 09/01/2015 - 19:29 Português
Poesia/Intervenção Da destemperança 0 2.479 08/26/2015 - 01:35 Português
Poesia/Meditação E no entre-Tanto faço caminho 0 1.663 07/02/2015 - 23:55 Português
Poesia/Meditação E continuamos pequeninos! 0 2.273 06/02/2015 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção Nem te renego nem me nego 0 2.035 04/25/2015 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Laudatória 0 1.093 03/24/2015 - 19:03 Português
Poesia/Dedicado És...Mulher 0 1.564 03/08/2015 - 18:53 Português
Poesia/Amor Vida(s) 0 1.438 02/14/2015 - 18:07 Português
Poesia/Amor Moras nos meus sonhos 0 1.632 02/13/2015 - 16:30 Português
Poesia/Dedicado Olhares 0 2.404 01/22/2015 - 01:58 Português
Prosas/Outros Do exato momento da VIragem 0 1.504 12/30/2014 - 14:27 Português