CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Nada tenho pra dizer ...

Nada tenho pra dizer ...

Nada tenho pra dizer e me culpo
Seja p'lo que não for dito como p'lo que disse
pouco, não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito e me convenci
Ter sido, nada mais simples que isso,

Digo pouco porque pouco há a dizer
Sou pouco seguro do que digo ser, do que quero
Dizer falo alto pra me convencer disso
E me converter naquilo que consideram ser meu

Dito por outros, pouco digo que seja meu,
Digo pouco do que há a dizer, uso d'um disfarce
Que me torna invisível à dúvida, não tenho por ofício
"Me tornar achado", meu palácio não é de luz,

Nem encantado o lago onde me ponho de polegar
Ao longo, Adepto menor me sinto e me desvinculo
Ainda que seja em verdade discípulo do breu
E não Grão-Mestre na condição de divino do céu,

Me dói a realidade com que vivo,
Nada mais simples que isso ...

Joel Matos (05/2018)
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

quarta-feira, maio 23, 2018 - 11:48

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 8 horas 43 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40682

Comentários

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

imagem de Joel

não posso ser mais simples

não posso ser mais simples que isso,
Me dói a realidade com que vivo,

Exijo que me façam um molde d'antes
De ter endoidecido pra que reconheça
Do que me lembra eu ter dito

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Geral Último Poema 435 2.311 04/10/2019 - 10:50 Português
Ministério da Poesia/Geral Colossal o Oceano, 434 1.512 04/10/2019 - 10:49 Português
Ministério da Poesia/Geral O Gebo e o Sonho. 404 1.795 04/10/2019 - 10:48 Português
Ministério da Poesia/Geral Convenço, convencei, convençai… 491 1.431 04/09/2019 - 12:00 Português
Poesia/Geral Certidão de procedência 406 1.178 04/09/2019 - 11:58 Português
Poesia/Geral - Papoila é nome de guerra - 359 29.506 04/09/2019 - 11:56 Português
Poesia/Geral Como terra me quero, descalço e baixo ... 480 839 04/09/2019 - 11:52 Português
Poesia/Geral O erro de Descartes 479 1.074 04/09/2019 - 11:49 Português
Ministério da Poesia/Geral V de Vitória - Revolução - 537 1.698 04/03/2019 - 16:43 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha alma é um lego 506 1.761 03/30/2019 - 17:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu sou tudo aquilo por onde me perco… 420 1.447 03/30/2019 - 17:17 Português
Poesia/Geral (1820) 305 1.544 03/30/2019 - 17:14 Português
Ministério da Poesia/Geral "Je ne dis rien, tu m'écoutes" 468 1.563 03/30/2019 - 17:13 Português
Ministério da Poesia/Geral Cansei. 346 1.859 03/30/2019 - 17:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Temo as sombras e o burburinho … 352 1.029 03/30/2019 - 17:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Despido de tudo quanto sou... 241 1.920 03/30/2019 - 17:03 Português
Ministério da Poesia/Geral O mar que não tem a Lua ... 288 1.563 03/30/2019 - 17:03 Português
Poesia/Geral Ou eu me não chame de Antônio ... 543 1.166 03/30/2019 - 17:01 Português
Poesia/Geral Sobre conceitos 436 4.042 03/30/2019 - 16:59 Português
Ministério da Poesia/Geral Sem casas não haveriam ruas ... 343 941 03/30/2019 - 16:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Que será da nossa viúva sombra, 368 1.168 03/30/2019 - 16:56 Português
Poesia/Geral Sonho d'Midas ... 351 1.648 03/30/2019 - 16:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Gostaria de ter um Cadillac novo, 329 1.790 03/30/2019 - 16:52 Português
Poesia/Geral Cego debruçado em via-estreita 290 695 03/30/2019 - 13:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Botto 261 1.992 03/30/2019 - 13:21 Português