CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

No fim do crepúsculo


Abro as asas
sem tempo
…liberto o espírito
nas águas cálidas do mar
que me beija o corpo adormecido!

Versejo os gritos mudos da alma,
danço com as mãos descalças.

As brisas frescas
aconchegam os timbres do olhar
o rio nocturno
desperta na saliva das manhãs…

Os fios de luz
iluminam os bosques
as batidas são fortes
impulsos do âmago
que ferve no altar da tua vida
que em mim adormece
floresce
se alonga
em traços de nova esperança!

Voo,
voo em liberdade
de sentir os aromas reais da terra,
as chuvas no fim do crepúsculo!

Submited by

sexta-feira, janeiro 21, 2011 - 20:40

Poesia :

No votes yet

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 20 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de ski

Comment.

Very natural prose, love the ending.

free flight
to experience the real flavors of earth,
rains at the end of twilight!

imagem de angelofdeath

Um raro e belo momento

Um raro e belo momento poético que toda a gete devia ter o prazer de ler.

Parabéns pelo texto,

abraço, Angelofdeath.

imagem de Nanda

Aninha, O crepúsculo

Aninha,

O crepúsculo poético com que nos embalas.

Beijinhos

Nanda

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Valsa do amor 3 278 03/01/2010 - 16:31 Português
Poesia/Geral Melodia dos sentidos 5 402 03/01/2010 - 04:08 Português
Poesia/Meditação Respostas sem perguntas 4 289 03/01/2010 - 00:12 Português
Poesia/Amor Um sorriso de sonho 4 260 02/28/2010 - 16:55 Português
Poesia/Geral Fluxo em desassossego 3 338 02/27/2010 - 15:02 Português
Poesia/Amor Estrelas de champanhe 7 547 02/27/2010 - 14:16 Português
Poesia/Geral Nuances de Um Silêncio a Dois 6 214 02/24/2010 - 20:47 Português
Poesia/Meditação No âmago que sou 5 603 02/19/2010 - 22:13 Português
Poesia/Amor “Não tenhas medo” 3 466 02/18/2010 - 18:08 Português
Poesia/Geral Jardins de névoa 4 298 02/18/2010 - 17:27 Português
Poesia/Aforismo Ramos de apogeu 6 295 02/16/2010 - 19:12 Português
Poesia/Amor O som do amor 5 452 02/15/2010 - 02:11 Português
Poesia/Meditação Minúsculos gestos 6 520 02/14/2010 - 01:12 Português
Poesia/Paixão Juntos no amor 3 538 02/13/2010 - 18:27 Português
Poesia/Meditação Grito sublime de um talvez 7 267 02/13/2010 - 17:54 Português
Poesia/Dedicado Para ti, filha 7 327 02/11/2010 - 21:27 Português
Poesia/Meditação Nos seios sagrados 6 599 02/08/2010 - 21:20 Português
Prosas/Contos Ventos de júbilo 4 369 02/08/2010 - 00:08 Português
Poesia/Geral Máscaras 6 659 02/07/2010 - 00:29 Português
Poesia/Geral Com o limite dos dedos 3 461 02/05/2010 - 16:18 Português
Poesia/Amor Ao fim do dia 4 366 02/05/2010 - 15:58 Português
Poesia/Amor Linguagem dos gestos 6 481 01/30/2010 - 12:09 Português
Poesia/Meditação Borralho de um instante 4 993 01/29/2010 - 22:47 Português
Poesia/Amor Abraçados neste beijo 5 447 01/29/2010 - 19:52 Português
Poesia/Geral Peregrino 4 401 01/29/2010 - 17:14 Português