CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

O cínico

Dentro:
Enquanto me isolo
e não sinto o ambiente,
afundo-me em mim mesmo
e adentro-me em meus vãos.

Enquanto desapareço
e não sinto mais o peso,
sento-me sobre o vazio
e flutuo na imensidão.

Fora:
“Ah, olhem para ele!
Eu nunca seria desse jeito!”

Por dentro:
Eles têm medo de si mesmos.
Eles têm medo da liberdade.
Eles têm medo da natureza.

Sei que não estarei aqui para sempre,
sei que ainda serei apenas resíduos,
adubo para estas terras já inférteis.

Então, deixarei minhas marcas
na face deste meu dia
e de todos os meus outros.

Talvez ainda escreverão sobre mim no futuro.
Talvez me abominarão ou me louvarão.
Talvez eu sirva de exemplo de vida
ou seja digno de rejeição.
Mas sei que, um dia,
de certo, me esquecerão.

E, eu, nada deixarei escrito:
minha vida será minha lição.

Aqueles que têm medo
(de si mesmos, da liberdade, da natureza)
de certo ainda dirão:
(Por fora):
“Ah, olhem para ele!
Eu nunca viveria desse jeito!”

Dentro:
Eu sei, eles têm medo da mudança,
medo do rio que se dissolve em mar,
medo das areias do tempo
erodidas pelas águas
da eterna transformação,
da perpétua mudança e evolução
que molda e remolda este mundo.

Um mundo indiferente a mim, e a você,
nem bom, nem ruim, apenas do jeito que deveria ser:
indiferente ao “dentro” e ao “fora” de tudo e de todos.

Submited by

terça-feira, outubro 4, 2016 - 15:38

Poesia :

Your rating: None (6 votes)

MaynardoAlves

imagem de MaynardoAlves
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 semanas 14 horas
Membro desde: 05/02/2010
Conteúdos:
Pontos: 597

Comentários

imagem de MaynardoAlves

O cínico

Trata-se de uma cena em que um filósofo cínico (na concepção original da palavra) mergulha em si e é absorvido por seus pensamentos numa espécie de meditação profunda, indiferente ao ambiente que o cerca e às pessoas que lhe apontam o dedo.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of MaynardoAlves

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Aforismo O vinhedo universal 1 477 02/06/2020 - 14:39 Português
Poesia/Meditação Metamorfose filosófica: bênção ou maldição? 1 485 12/03/2018 - 16:23 Português
Poesia/Intervenção Aos vivos que ficam ou Epitáfio II 1 588 10/09/2018 - 13:41 Português
Poesia/Geral Meu pequeno depoimento em prol do ateísmo 0 563 09/26/2018 - 01:17 Português
Poesia/Geral Revolucionário... revolucionário!? 1 535 09/25/2018 - 18:12 Português
Prosas/Outros Meu pequeno depoimento em prol do ateísmo 0 633 09/19/2018 - 20:13 Português
Poesia/Meditação O legado de um filósofo 1 498 09/17/2018 - 20:45 Português
Poesia/Intervenção Os novos mandamentos (ou melhor, conselhos) 1 700 08/29/2018 - 00:53 Português
Poesia/Fantasia O jardim de Epicuro 1 700 08/22/2018 - 17:14 Português
Poesia/Tristeza Em (des)construção 1 603 08/10/2018 - 15:46 Português
Poesia/Tristeza Máquina do tempo 1 638 08/08/2018 - 17:28 Português
Poesia/Tristeza Valores familiares 1 708 08/08/2018 - 17:21 Português
Poesia/Pensamentos Um lugar para chamar de seu 1 674 08/08/2018 - 17:14 Português
Poesia/Meditação Humilde-se! 1 666 05/21/2018 - 12:41 Português
Poesia/Tristeza Um inferno (para um poeta) 1 809 05/21/2018 - 12:34 Português
Prosas/Outros Onde? 2 621 03/08/2018 - 18:41 Português
Poesia/Comédia Meu amigo ócio 4 663 03/06/2018 - 16:20 Português
Poesia/Geral Promessas para uma vida nova 2 814 03/05/2018 - 21:09 Português
Poesia/Meditação Se Deus existisse... 4 724 03/05/2018 - 20:56 Português
Poesia/Intervenção Onde? 18 968 01/03/2018 - 19:28 Português
Poesia/Meditação Um instante infinito 1 769 11/17/2017 - 15:00 Português
Poesia/Desilusão Ainda no exílio (desde os dias de Gonçalves Dias) 1 750 11/08/2017 - 12:38 Português
Poesia/Canção Sem título (por luto) 1 729 10/27/2017 - 15:34 Português
Poesia/Geral Mensagem 1 766 03/27/2017 - 14:50 Português
Poesia/Aforismo O exagero de Sócrates 0 586 10/14/2016 - 20:50 Português