CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Páscoa da irmandade

Tanta urze, tanta alfazema
coabitam, mão entrelaçada,
aspiram o odor partilhado
oferecem da sua ninhada.
Aceito, de bom grado,
faço um ramo de Ramos
para domingo de Páscoa.

Escuto melodioso sussurro,
cidade  jardim mágica,
oliveiras etiquetadas
disputam meu colo desnudo.

Sinto um olhar reprovador.
Tecem uma coroa original.
Apronto um chamamento sedutor,
ofereço-me(te) em verso floral.

Evoco Madalena arrependida,
na condição de mulher, perdida.
Serva do seu amor, Senhor!
Símbolo de Ser pecador.

Ah, quantas mentais violações
nos perfuram as tradições!
Respeito a essência da religiosidade.
Acredito na simbologia da época.
Espiritual, (re)nasço em irmandade
e escarneço do sacrifício hipócrito.

Páscoa,
em ancestral tempo histórico
ecoa o eco do sino, melancólio…

OF 31-03-12
(À minha maneira, doces dias de Páscoa a tod@s @s amig@s...Bjis smiley)

http://portate-mal.blogspot.pt/
 

Submited by

sábado, abril 7, 2012 - 21:08

Poesia :

Your rating: None (3 votes)

Odete Ferreira

imagem de Odete Ferreira
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 3 semanas
Membro desde: 01/11/2011
Conteúdos:
Pontos: 1924

Comentários

imagem de SuzeteBrainer

Ah! Minha amiga, como gosto

Ah! Minha amiga, como gosto de viajar pela tuas palavras, as tuas lembranças...Essa tua maneira original e cativante de escrever, alimentam o nosso imaginário e aprofundam questionamentos.

"Espiritual,(re)nasço em irmandade
e escarneço do sacrificio hipócrito."

Adorei!!

Beijo e abraço carinhoso em irmandade.

imagem de Odete Ferreira

P/SuzeteBrainer (Páscoa ...)

Querida amiga Suzete: sempre um bálsamo para o meu sentir poético o que me deixas como comentário. Perfuras a minha

mente e já percebeste que não gosto de coisas banais, não que o faça propositadamente, sai mesmo assim!

Obg, uma vez mais, pela tua presença e por gostares de me acompanhar nestas incursões reflexivas...

Um beijo em tua alma :)

imagem de Docarmo

Páscoa da Irmandade

Cada vez mais precisamos de tudo o que é tradição,
porque, cada vez mais, estamos desenraizados dela.
A nossa identidade assim se vai perdendo, diluída
numa sociedade estereotipada.

Gostei do seu poema

Cumprimentos

imagem de Odete Ferreira

P/Docarmo

Amigo, Docarmo, também não desprezo tradições que consolidem identidades, sejam de que índole forem, pois a

globalização tem desses efeitos colaterais. Contudo, o poema não é sobre "tradições", vai muito para lá disso, mas

sei que o interpretou bem...

Obg pela presença e atenção dada a este escrito.

Bjo :)

imagem de Henrique

Escuto melodioso sussurro, o

Escuto melodioso sussurro,

o eco original de um colo desnudo.

O aceitar etiquetado num chamamento sedutor.

Concluindo,

a bússola acerta ao avesso,

e nós (sociedade), esquecidos dos símbolos...

Boa Páscoa querida Odete.

Beijinho

:-)

imagem de Odete Ferreira

Um poema,

Um poema, amigo Henrique, que tem como referência alguns elementos da minha cidade (que me transporta para lugares biblicos) o sujeito poético como ator nesse cenário, aliado a uma figura bastante central na quadra pascal, algumas ideias mito que nos podem "algemar" em termos de abertura mental...Enfim, uma série de associações em que o que importa é o que (ainda) pode unir os Homens de boa vontade..O significado de irmão, em sentido lato...Em suma, uma forma diferente de poetar sobre a Páscoa.

Bjo, amigo :)

(Que tudo tenha corrido bem, são os meus votos.)

imagem de charlesnetto

Amiga Odete Ferreira

Lhe agradeço pela partilha de tal Poesia que pode nos fazer Refletir sobre o assunto com Tema tão oportuno "Páscoa da irmandade" e atual, mas que penso ao ler seu descrever é crítico e analítico quanto aos seres que cultuam tal data e por não não dizer a sua maneira de observação quanto a Religiosidade da Páscoa, que seria até bem mais apreciado pelos céticos que também fazem algumas observações pontuais relativas aos personagens histórias do Livro Sagrado que continua a Ecoa no Tempo e no E no espaço chegando até nossos dias da Era do Século XXI, dando assim o direito para alguns de inúmeras interpretações para uma data de Lembranças mil e tão Sagrada para todos os Cristãos e Judeus de todo o Planeta e assim o fazem com todos os significados sagrados de sua Liturgia conforme seus usos e costumes guardando suas raízes embora até possam estar em meio a diferentes Povos ou Nações, valeu mesmo, pois assim pode também eu refletir um pouco mais a respeito, ok!

imagem de Odete Ferreira

P/charlesnetto (Páscoa da irmandade)

Agradeço imenso a sua presença e comentário, charlesnetto. Li com muita atenção e quero, logo que possa, aferir algumas inerências que lhe suscitou a leitura deste poema. Direi, para já, que não é um poema em que pretenda falar da Páscoa em si, pois nem sequer possuo conhecimentos aprofundaddos sobre os diversos textos sagrados. Grata mesmo pelo seu registo! Abraço amigo :)

imagem de Odete Ferreira

P/ charlesnetto

Amigo, talvez o que respondi ao amigo Henrique, possa dar mais uma achega sobre o "nascimento" deste poema...
Grata, uma vez mais...:)

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Odete Ferreira

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Tristeza Entardecer com sabor a despedida 1 1.562 03/15/2018 - 13:59 Português
Poesia/Tristeza Música 1 1.395 03/15/2018 - 13:58 Português
Poesia/Desilusão Apenas mais um dia 1 2.009 03/15/2018 - 13:57 Português
Poesia/Meditação Se a vida fosse sempre assim 1 1.454 03/15/2018 - 13:56 Português
Ministério da Poesia/Fantasia Seres incompletos 3 1.758 03/15/2018 - 13:56 Português
Prosas/Outros No sopé da montanha 1 862 03/08/2018 - 19:01 Português
Poesia/Meditação Tempo(s) 1 1.545 03/08/2018 - 18:43 Português
Poesia/Fantasia Surrealidades 1 1.331 03/08/2018 - 18:42 Português
Poesia/Tristeza Emocão 5 1.772 03/08/2018 - 16:48 Português
Poesia/Dedicado Mulher-Dor 3 979 03/08/2018 - 16:14 Português
Poesia/Intervenção E a festa veste-se em cada madrugada 3 1.605 02/27/2018 - 11:43 Português
Poesia/Meditação À míngua 0 1.418 12/30/2015 - 22:36 Português
Poesia/Intervenção Não invoquem o meu nome em vão 0 1.830 11/25/2015 - 02:18 Português
Prosas/Outros Da alma 0 887 09/01/2015 - 19:58 Português
Poesia/Fantasia Surreal XXVIII 0 1.304 09/01/2015 - 19:29 Português
Poesia/Intervenção Da destemperança 0 2.484 08/26/2015 - 01:35 Português
Poesia/Meditação E no entre-Tanto faço caminho 0 1.667 07/02/2015 - 23:55 Português
Poesia/Meditação E continuamos pequeninos! 0 2.277 06/02/2015 - 20:15 Português
Poesia/Intervenção Nem te renego nem me nego 0 2.037 04/25/2015 - 02:08 Português
Poesia/Dedicado Laudatória 0 1.096 03/24/2015 - 19:03 Português
Poesia/Dedicado És...Mulher 0 1.571 03/08/2015 - 18:53 Português
Poesia/Amor Vida(s) 0 1.440 02/14/2015 - 18:07 Português
Poesia/Amor Moras nos meus sonhos 0 1.635 02/13/2015 - 16:30 Português
Poesia/Dedicado Olhares 0 2.408 01/22/2015 - 01:58 Português
Prosas/Outros Do exato momento da VIragem 0 1.508 12/30/2014 - 14:27 Português