CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Partilha-te

Vejo pelo mundo flores e corro sem agasalho a colher intempéries do beijo…
És raiz solta na terra onde o longe me anda incerto a querer os teus caminhos.
Inquino nos teus abandonos meu pé de amor-perfeito uma lepra áspera e crua.
Sei pétalas nos teus seios que se dizem ao meu contrario pelo termo da luz rompante.
Tenho os dedos desgrenhados no sonho do teu cabelo…
Que de ti por seres miragem no horizonte dos intocáveis restam-me quase silêncios do tanto por te dizer.
Tenho as horas divididas reféns num medo tremulo nos cantos frios onde tu choras…
Ponto da minha inconstância, querer distante desta ânsia…
Divide comigo as tuas horas.

Submited by

terça-feira, junho 8, 2010 - 01:00

Poesia :

No votes yet

Lapis-Lazuli

imagem de Lapis-Lazuli
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 49 semanas
Membro desde: 01/12/2010
Conteúdos:
Pontos: 1178

Comentários

imagem de analyra

Re: Partilha-te

Poucos fazem-me chorar.
CHOREI!

Foi um brilho de amor e emoção que trespassou minha alma.
Gostei muito do que escreveste.
Grande abraço.
És um excelente poeta, capaz realmente de despertar a emoção nas pessoas. A literatura tem disso, quando achamos que finalmente estamos mortos, ela faz sentir-nos vivos.
Grata pela partilha.

Dos que tenho lido para mim o melhor, pela forma singela, apaixonada e figurativa que descreves o afeto.

imagem de nunomarques

Re: Partilha-te

Fantástico o amor nas tuas palavras Lapis.
Este poema cristalizou o momento, o ambiente à minha volta enquanto lia, e fiquei quieto a apreciar cada letra com medo de me mexer e partir qualquer coisa.

Imenso, imenso
Abraço
Nuno

imagem de deborabenvenuti

Re: Partilha-te

Tenho as horas divididas reféns num medo tremulo nos cantos frios onde tu choras…Dividir os sentimentos na inconstância do não saber o que fazer das horas...

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Lapis-Lazuli

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - 3517 1 1.936 03/13/2018 - 21:32 Português
Poesia/Aforismo In Vapore Sano 4 1.360 03/13/2018 - 21:32 inglês
Poesia/Aforismo Era só isto que eu queria dizer 1 1.084 02/27/2018 - 10:22 inglês
Poesia/Aforismo salgo :33 Isaías sonha que aos fala aos camones 0 1.028 06/20/2014 - 15:41 inglês
Poesia/Geral Boca Do Inferno 0 4.647 07/04/2013 - 22:44 Português
Poesia/Pensamentos veludo 3 1.722 05/15/2013 - 17:34 Português
Poesia/Aforismo Segundo Reza a Morte 0 1.208 10/04/2011 - 17:19 Português
Poesia/Meditação Fumo 0 1.457 09/23/2011 - 12:00 Português
Poesia/Aforismo De olhos fechados 3 1.873 09/20/2011 - 22:11 Português
Poesia/Aforismo Tundra 0 1.588 09/20/2011 - 16:36 Português
Poesia/Meditação Vazio 3 1.688 09/16/2011 - 11:00 Português
Poesia/Aforismo Intento 0 1.094 09/05/2011 - 16:52 Português
Poesia/Aforismo Palma Porque sim...Minha Senhora da Solidão 0 1.324 08/29/2011 - 11:13 Português
Poesia/Aforismo Editorial 0 1.430 08/29/2011 - 11:08 Português
Poesia/Pensamentos Ermo Corpo Desabitado 0 1.602 08/29/2011 - 11:04 Português
Poesia/Aforismo Dos passos que fazem eco 1 1.214 06/21/2011 - 22:06 Português
Poesia/Meditação Autoretrato sem dó menor 3 2.250 03/28/2011 - 23:34 Português
Poesia/Aforismo Todo o mundo que tenho 2 1.541 03/09/2011 - 08:23 Português
Fotos/ - 3516 0 2.695 11/24/2010 - 00:55 Português
Fotos/ - 3518 0 2.613 11/24/2010 - 00:55 Português
Fotos/ - 2672 0 3.765 11/24/2010 - 00:51 Português
Prosas/Outros A ultima vez no mundo 0 1.231 11/18/2010 - 23:56 Português
Prosas/Outros Os filhos de Emilia Batalha 0 1.549 11/18/2010 - 23:56 Português
Poesia/Desilusão Veredictos 0 1.202 11/18/2010 - 16:41 Português
Poesia/Intervenção Nada mais fácil que isto 0 1.633 11/18/2010 - 16:41 Português