CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Reminiscências pontos e reticências

Coisas assim tão pequeninas que…
O que faz um homem partir-se por dentro.
Viver prisões que evocam pesadelos e ser tão só.
Renascer e morrer vezes e vezes sem conta.
O que faz um homem ser de vidro.
Que transparece opacos segredos.
Rolar nas estradas desconhecidas de si.
Esfolar os pés em estradas de medo.
E pelas manhãs voltar a sorrir.
Que faz o homem ser livre.
Sitiado por guetos de miséria alvitrante.
É a vida do homem é a vida…
Coisas assim tão pequeninas que…
Uma nespereira parada ao vento de…
O rio sereno azulado tem…
Os olhos serenos de avental e…
Mãe…
Já tenho barba na cara sim…
O tal metro e muito em mim.
Tenho nascido de novo por…
Querer voltar ao abraço de…
Coisas assim tão pequeninas que…
Reminiscências do tempo em…
Que tinha colo no teu cheiro
Mãe…
Desencontros, os nossos foram…
Partidas do para sempre mas
Tenho uma foto guardada miragem…
Porque não lembro a tua imagem.
Coisas assim tão pequeninas que…
Soubesses os passos que dei também
Sorririas apertando o menino
Que viste nascer e morrer
Mãe…
Já não durmo em telheiros de rua.
Já não disputo bolores no lixo.
Tenho um trabalho e amigos bem…
Tenho saudades de ti
Mãe
Coisas assim tão pequeninas que…
Guardo a bata que usavas na cozinha…
Por horas mortas onde me esgueiro
É minha mãe…é minha…
Para ter no meu corpo o teu cheiro.
O que faz um homem partir-se por dentro…
Viver prisões que evocam pesadelos e ser tão só.
Renascer e morrer vezes e vezes sem conta…
Que faz o homem ser livre.
Sitiado por guetos de miséria alvitrante.
É a vida do homem é a vida…
Mãe…
Falaremos mais adiante.

Submited by

quarta-feira, maio 5, 2010 - 21:46

Poesia :

No votes yet

Lapis-Lazuli

imagem de Lapis-Lazuli
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 49 semanas
Membro desde: 01/12/2010
Conteúdos:
Pontos: 1178

Comentários

imagem de nunomarques

Re: Reminiscências pontos e reticências

Sem palavras para comentar toda a emoção aqui transmitida, por mim aqui sentida.

Abraço
Nuno

imagem de SuzeteBrainer

Re: Reminiscências pontos e reticências

Lapis,
Muito emocionada com a leitura desse sublime poema...
Um percuso de lágrimas diante do teu poema: "È minha mãe...é minha.../ Para ter no meu corpo o teu cheiro."
Abraço.

:-) Suzete Brainer.

imagem de Henrique

Re: Reminiscências pontos e reticências

Coisas assim tão pequeninas que…
O que faz um homem partir-se por dentro.

Talvez aí esteja a grandeza do ser!!!

Bom poema!!!

:-)

imagem de rainbowsky

Re: Reminiscências pontos e reticências

Tens uma forma de escrever que cativa até a mais dura pedra da calçada.

O que faz um homem ser de vidro.
Que transparece opacos segredos.
Rolar nas estradas desconhecidas de si.

Magnífico como sempre...:-)

rainbowsky

imagem de Susan

Re: Reminiscências pontos e reticências

Que pensamento maravilhoso!!!
Como uma mãe tem um significado tão importante na vida do ser .
Acredito que ter uma mãe falecida é minguantemente ensurdecedor de triste, mas tenho a impressão de que aqui comigo na minha vida carrego a convivência de uma mãe que já não é a mesma a embalar aquilo que almejo por sonho.
O que faz um homem partir-se por dentro… Viver prisões que evocam pesadelos e ser tão só. Renascer e morrer vezes e vezes sem conta… Que faz o homem ser livre. Sitiado por guetos de miséria alvitrante. É a vida do homem é a vida… Mãe… Falaremos mais adiante.
Isso diz como sinto -me agora.
Gosto muito do jeito que suas palavras tocam Lápis.
Parabéns
Susan

imagem de Susan

Re: Reminiscências pontos e reticências

Que pensamento maravilhoso!!!
Como uma mãe tem um significado tão importante na vida do ser .
Acredito que ter uma mãe falecida é minguantemente ensurdecedor de triste, mas tenho a impressão de que aqui comigo na minha vida carrego a convivência de uma mãe que já não é a mesma a embalar aquilo que almejo por sonho.
O que faz um homem partir-se por dentro… Viver prisões que evocam pesadelos e ser tão só. Renascer e morrer vezes e vezes sem conta… Que faz o homem ser livre. Sitiado por guetos de miséria alvitrante. É a vida do homem é a vida… Mãe… Falaremos mais adiante.
Isso diz como sinto -me agora.
Gosto muito do jeito que suas palavras tocam Lápis.
Parabéns
Susan

imagem de vitor

Re: Reminiscências pontos e reticências

Não consegui conter a emoção deste poema.
Caramba!
Desculpe mas vou dizer - Foda-se! Isto é o máximo!

Amigo Adolfo Borges de quem tenho o privilégio ser,
estes versos sentidos excedeu tudo que alguma vez li
sobre uma mãe e o que faz um homem ser livre.

É um poema sobre a poesia dum grande poeta.

Abraço.
Vitor.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Lapis-Lazuli

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - 3517 1 1.936 03/13/2018 - 21:32 Português
Poesia/Aforismo In Vapore Sano 4 1.360 03/13/2018 - 21:32 inglês
Poesia/Aforismo Era só isto que eu queria dizer 1 1.084 02/27/2018 - 10:22 inglês
Poesia/Aforismo salgo :33 Isaías sonha que aos fala aos camones 0 1.028 06/20/2014 - 15:41 inglês
Poesia/Geral Boca Do Inferno 0 4.647 07/04/2013 - 22:44 Português
Poesia/Pensamentos veludo 3 1.722 05/15/2013 - 17:34 Português
Poesia/Aforismo Segundo Reza a Morte 0 1.208 10/04/2011 - 17:19 Português
Poesia/Meditação Fumo 0 1.457 09/23/2011 - 12:00 Português
Poesia/Aforismo De olhos fechados 3 1.873 09/20/2011 - 22:11 Português
Poesia/Aforismo Tundra 0 1.588 09/20/2011 - 16:36 Português
Poesia/Meditação Vazio 3 1.688 09/16/2011 - 11:00 Português
Poesia/Aforismo Intento 0 1.094 09/05/2011 - 16:52 Português
Poesia/Aforismo Palma Porque sim...Minha Senhora da Solidão 0 1.324 08/29/2011 - 11:13 Português
Poesia/Aforismo Editorial 0 1.430 08/29/2011 - 11:08 Português
Poesia/Pensamentos Ermo Corpo Desabitado 0 1.602 08/29/2011 - 11:04 Português
Poesia/Aforismo Dos passos que fazem eco 1 1.214 06/21/2011 - 22:06 Português
Poesia/Meditação Autoretrato sem dó menor 3 2.250 03/28/2011 - 23:34 Português
Poesia/Aforismo Todo o mundo que tenho 2 1.541 03/09/2011 - 08:23 Português
Fotos/ - 3516 0 2.695 11/24/2010 - 00:55 Português
Fotos/ - 3518 0 2.613 11/24/2010 - 00:55 Português
Fotos/ - 2672 0 3.765 11/24/2010 - 00:51 Português
Prosas/Outros A ultima vez no mundo 0 1.231 11/18/2010 - 23:56 Português
Prosas/Outros Os filhos de Emilia Batalha 0 1.549 11/18/2010 - 23:56 Português
Poesia/Desilusão Veredictos 0 1.202 11/18/2010 - 16:41 Português
Poesia/Intervenção Nada mais fácil que isto 0 1.633 11/18/2010 - 16:41 Português