CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Só em muito silencio...

Eu não quero mais sair dos teus olhos em segredo
Onde a luz me mata o medo das noites atraiçoadas
Expirando os sonhos em todos os pesadelos
Das minhas vidas da vida assim passadas.
Só me quero achar nos teus desvelos
Numa pausa de afecto para a caminhada
O teu corpo é um mar de sal sereno
Onde afundo lá no teu fundo a minha mágoa.
O ebúrneo dos desmandos onde fui
Quando aos nadas tínhamos feridas nas palavras
Foram raptos do tempo que em si conclui
As nossas almas com dor agrilhoadas.
És um segredo que guardo dentro de mim
Fechado a sete chaves corpo adentro
És no meio meu princípio e o fim
O quase tudo dos destinos que acalento.
As formas e os contrastes que te são
De todas as harmonias correctas
Tenho os olhos em prisão presos a ti
Em curvilíneas sessões breves e dilectas.
Somos unidos por linhas-férreas no carril do tempo
Neste desfeito, feito desencontro de nós
E há tanta falta que nós nos fazíamos
Por não sabermos um ao outro a nossa voz.
Neste entrave meus olhos escorregam para ti
Ficam sons e as palavras nunca ditas
De todos os dizeres que guardo reclusos
E sei que nesse calar doce tu me imitas…
São trémulos entardeceres em madrugada
Medo de dizer o dizer em que te chamo
Com medo que me descubras as palavras
No nosso olhar de silencio que te amo.

Submited by

quarta-feira, junho 16, 2010 - 01:49

Poesia :

No votes yet

Lapis-Lazuli

imagem de Lapis-Lazuli
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 50 semanas
Membro desde: 01/12/2010
Conteúdos:
Pontos: 1178

Comentários

imagem de nunomarques

Re: Só em muito silencio...

Sem palavras, porque é belo e enorme.

Um abraço
Nuno

imagem de Librisscriptaest

Re: Só em muito silencio...

Lapis, seu maroto, tu deixas-me sem fôlego!
Este poema é mais um, dos teus, q me deixam sem saber o q dizer, porque a carga emocional é tão grande!
Mas tenho, pelo menos, q citar este verso:

"Quando aos nadas tínhamos feridas nas palavras"

Porque é daqueles versos, q poderiam atravessar milhões de anos!
Adoro ler-te!
Este, sei q não devia, pq é dedicado a alguem, mas levo-o comigo emprestado!
Beijinho grande em ti!
Inês

imagem de vitor

Re: Só em muito silencio...

Só no silencio de suas palavras
consegui ver mistérios de infinitos
e desvendar segredos insondáveis
onde o amor é rei e a humanidade coração.

Dá vontade de ler, depois de ler, ler com vontade,
voltar a ler e reler nunca cansa com poema tão belo
do grande poeta lapis-Lazuli.

imagem de Susan

Re: Só em muito silencio...

Imensamente lindo , sem mais palavras...
Beijos
Susan

imagem de AnaMar

Re: Só em muito silencio...

Belo texto de amor.Pura poesia. Ainda mais pela sensibilidade masculina que não tem medo das palavras.Nem dos sentimentos que transbordam

Gostei muito.

imagem de Anonymous

Re: Só em muito silencio...

O que eu tenho perdido, meu caro Poeta,
por nunca te ter lido.
Saio deste desencadear de palavras envolventes
com a certeza que quererei ler e conhecer
melhor tudo o que escreves.
Um abraço,
Vóny Ferreira

imagem de AlliniedeCastro

Re: Só em muito silencio...

“Medo de dizer o dizer em que te chamo
Com medo que me descubras as palavras
No nosso olhar de silencio que te amo”

Ah! Amigo poeta podias todas tuas poesias não conter pontos finais, mas em nossas mentes tenha certeza que continuasse a projeção de cada uma das tuas versões de dizeres de tudo que dizes, como sempre todas fantásticas!!!

Beijos poéticos!!!

imagem de analyra

Re: Só em muito silencio...

Lá está tu novamente fazendo minhas lágrimas rolarem na madrugada...
É tão bom ler-te no silêncio da noite solitária, na insônia dos anos que me perseguem impiedosos, em lacrimosos momentos inexistentes de amores tristes e insistentes no vazio de meu peito. Silencioso é o lamento da alma que escuta a calma e a suavidade do teu amar. Chegou a faltar-me o ar...

Grande abraço caro poeta.

imagem de Lopez

Re: Só em muito silencio...

Tão suavemente belo, que até dói. Saoi daqui encantada com esse texto. Obrigada. bj

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Lapis-Lazuli

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Fotos/ - 3517 1 1.944 03/13/2018 - 21:32 Português
Poesia/Aforismo In Vapore Sano 4 1.375 03/13/2018 - 21:32 inglês
Poesia/Aforismo Era só isto que eu queria dizer 1 1.116 02/27/2018 - 10:22 inglês
Poesia/Aforismo salgo :33 Isaías sonha que aos fala aos camones 0 1.039 06/20/2014 - 15:41 inglês
Poesia/Geral Boca Do Inferno 0 4.651 07/04/2013 - 22:44 Português
Poesia/Pensamentos veludo 3 1.727 05/15/2013 - 17:34 Português
Poesia/Aforismo Segundo Reza a Morte 0 1.213 10/04/2011 - 17:19 Português
Poesia/Meditação Fumo 0 1.460 09/23/2011 - 12:00 Português
Poesia/Aforismo De olhos fechados 3 1.876 09/20/2011 - 22:11 Português
Poesia/Aforismo Tundra 0 1.592 09/20/2011 - 16:36 Português
Poesia/Meditação Vazio 3 1.691 09/16/2011 - 11:00 Português
Poesia/Aforismo Intento 0 1.098 09/05/2011 - 16:52 Português
Poesia/Aforismo Palma Porque sim...Minha Senhora da Solidão 0 1.331 08/29/2011 - 11:13 Português
Poesia/Aforismo Editorial 0 1.435 08/29/2011 - 11:08 Português
Poesia/Pensamentos Ermo Corpo Desabitado 0 1.613 08/29/2011 - 11:04 Português
Poesia/Aforismo Dos passos que fazem eco 1 1.220 06/21/2011 - 22:06 Português
Poesia/Meditação Autoretrato sem dó menor 3 2.270 03/28/2011 - 23:34 Português
Poesia/Aforismo Todo o mundo que tenho 2 1.546 03/09/2011 - 08:23 Português
Fotos/ - 3516 0 2.704 11/24/2010 - 00:55 Português
Fotos/ - 3518 0 2.624 11/24/2010 - 00:55 Português
Fotos/ - 2672 0 3.788 11/24/2010 - 00:51 Português
Prosas/Outros A ultima vez no mundo 0 1.235 11/18/2010 - 23:56 Português
Prosas/Outros Os filhos de Emilia Batalha 0 1.555 11/18/2010 - 23:56 Português
Poesia/Desilusão Veredictos 0 1.219 11/18/2010 - 16:41 Português
Poesia/Intervenção Nada mais fácil que isto 0 1.637 11/18/2010 - 16:41 Português