CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Adeus Pai

Querido Pai;
Escrevo esta carta em pensamento, sem papel ou caneta, apenas em suspiro, em lamento, em tormento.
Não tenho a certeza se carteiro a entrega no céu, mas não custa mentalmente mandar mail.
Preciso agora de te falar sobre aquele dia, não vou incomodar, como podia...aqui vai:
Naquele dia, e ao invés do que pensava....partis-te!
Alguem te levou, embalado num abraço de suavidade, para distrair a tua dor e irónicamente acrescentar dor nos que ficam.
Nesse comboio da vida,que parte para além do tudo inimáginável, eu mal te disse Adeus. Eu mal te beijei.
Não é só a dor de partires...é a sensação de quanto vazia ficou a minha alma, ao subires no céu alado.
È o retomar os medos de infância e não ter a coragem de te dizer baixinho: " Tudo bem, eu fico bem!"
Pois, caro pai na verdade não fico.Continuo a ver-te no meu caminho, nos meus sonhos, no meu ar de menino.
Continuo a cheirar-te e a amar-te.
Mas de uma maneira tão diferente e longinqua, que nem o passar dos tempos, apagam a saudade.
Saudade de ti Pai, que partis-te ( ou será que fugis-te?).
Não . Não fugirias, porque nessa batalha de Cancer foste como sempre foste, meu heroi.
Mas porque sei, de fonte segura, que todos os Herois, tê um Olimpo próprio, onde descansam das guerras de uma vida, eu sei que neste momento, estarás de mão dada com a Mãe, provavelmente tecendo considerações sobre nós... os que ficamos.
Olho para o céu e alguns meses depois consigo dizer a sorrir:
-Tudo bem, meu velho, eu fico bem! Tenho a minha alma gémea do meu lado, que velará por mim. Obrigado pelo Ser bom e interiormente lindo que de mim fizes-te. Obrigado por todos os ensinamentos, que apesar de me terem sido arrancados, me formaram.E caro Pai, já que estás aí, se não for pedir muito, diz à Mãe, que eu já sou capaz...de atar atacadores de sapatilha. ela que não se preocupe, pois vou crescendo e aprendendo a viver sem Vocês.

Um beijo!!

Submited by

terça-feira, outubro 20, 2009 - 14:55

Prosas :

No votes yet

Mefistus

imagem de Mefistus
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 ano 13 semanas
Membro desde: 03/07/2008
Conteúdos:
Pontos: 3083

Comentários

imagem de mariacarla

Re: Adeus Pai

"Não . Não fugirias, porque nessa batalha de Cancer foste como sempre foste, meu heroi.
Mas porque sei, de fonte segura, que todos os Herois, tê um Olimpo próprio, onde descansam das guerras de uma vida, eu sei que neste momento, estarás de mão dada com a Mãe, provavelmente tecendo considerações sobre nós... os que ficamos."

Um beijinho grande do tamanho do Mundo, e mais não poderei escrever porque sempre me sinto assim.... como tu perdida em saudades e inundada em lágrimas!

" A vida dos mortos perdura na memória dos vivos. (Cícero)"

Carla

imagem de lau_almeida

Re: Adeus Pai

bom acabei de ler o texto com as lagrimas a correrem me cara abaixo! isto sim é o vdd sentimento de um filho que tem saudades do pai!
um beijo*

imagem de danyfilipa

Re: Adeus Pai

...De deixar com uma lágrima no canto do olho!...
Puros sentimentos e dor aqui partilhados...e no coração de quem lê, sentidos!

Uma dor que certamente todos de nós já passamos ou iremos passar, quando de amor e convivência se trata...aprendemos a viver com nossos mais queridos e temos que aprender a sem eles viver...resta-nos apenas recordar de sorriso rasgado quem já foi e lembrar o que nos ensinou...e noutros "seres" provenientes o mesmo ensinar!

Abraço sentido!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Mefistus

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Saber A Mar! 4 1.066 02/19/2019 - 16:26 Português
Prosas/Contos Desculpa Se Sou Puta -Parte 1 - Capítulo 3 0 1.138 02/07/2015 - 11:18 Português
Prosas/Contos Desculpa Se Sou Puta -Parte 1 - Capítulo 2 0 1.055 02/07/2015 - 11:11 Português
Prosas/Contos Desculpa Se Sou Puta - Parte 1 - Capítulo 1 - 0 884 02/07/2015 - 11:07 Português
Prosas/Contos Desculpa se sou Puta! - Introdução 0 906 02/07/2015 - 11:03 Português
Prosas/Contos Desculpa se sou Puta! - Introdução 0 1.048 02/07/2015 - 11:00 Português
Poesia/Amor Saber A Mar! 0 0 07/09/2012 - 15:31 Português
Poesia/Amor Saber A Mar! 0 1.605 07/09/2012 - 15:30 Português
Poesia/Aforismo Cativa Saliva na boca triste 0 3.361 06/04/2012 - 13:52 Português
Poesia/Meditação Haveria Sempre Poesia, Nas horas loucas de maresia 2 1.710 04/21/2012 - 05:56 Português
Poesia/Desilusão Melancolia 0 1.368 11/04/2011 - 12:11 Português
Poesia/Pensamentos Para onde vou ó dor! 0 992 11/04/2011 - 11:42 Português
Poesia/Meditação Trova a dois Terços! 0 1.364 11/04/2011 - 11:34 Português
Poesia/Intervenção Ó Chefe dá-me um emprego! 1 1.568 10/25/2011 - 10:30 Português
Poesia/Dedicado Em amêndoas Tragado 3 1.677 10/24/2011 - 10:15 Português
Poesia/Intervenção Uma breve nostalgia! 0 1.486 10/24/2011 - 10:06 Português
Poesia/Meditação No pio da Perdiz 0 1.644 10/24/2011 - 09:58 Português
Poesia/Fantasia Baila Marisa Baila! 3 2.247 09/01/2011 - 11:17 Português
Prosas/Terror Diablo- Capitulo 4 (parte 4/4) 0 1.691 04/09/2011 - 01:02 Português
Prosas/Terror Diablo - Capitulo 4 ( parte 3/4) 0 1.793 04/09/2011 - 00:59 Português
Prosas/Terror Diablo - Capitulo 4 ( parte 2/4) 0 1.367 04/09/2011 - 00:56 Português
Prosas/Terror Diablo Capitulo 4 (Parte 1/4). 0 2.452 04/09/2011 - 00:49 Português
Prosas/Terror Diablo Capitulo 3 (Parte 3/3) 0 1.565 04/09/2011 - 00:46 Português
Poesia/Meditação Dançarina de saia Púpura 2 2.054 04/07/2011 - 23:35 Português
Poesia/Meditação Como um corpo suspenso em cordas de linho 1 1.765 02/27/2011 - 20:51 Português