CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

mira

Mira, voltei sedento de brumas verdes,
Trigos ondulantes, luzindo ao dia,
Nos ventos fortes, de frente e través,
Que, do mar, em cima,sopram, de rebeldia,

Vi -os,escorrer nos horizontes, amei
Ocasos, em nascentes de fontes, porém,
Se Julgo, me Perdi, para sempre, de ti,
A minha vida, não vale, sequer vintém,

Prefiro, todas as cores, teu rosto
Envelhecendo, da alfombra ao lado,
Mau hálito, a maçada no prato,
Num,constante rumor rombo, estragado.

Ver, contigo partilhar, o olhar feliz,
Outro, bem mais triste, macambúzio
(Que, em causas de gente sou aprendiz),
É bem mais difícil, que correr mudo.

Sentir as neblinas, como uma bênção,
O vento norte, na cara, em rajadas,
Mas, no regresso, quero ter, da tua mão,
Simplesmente, Carícias apaixonadas.

Jorge Santos (TranshAmante)

Submited by

segunda-feira, dezembro 21, 2009 - 14:23

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 1 semana 5 dias
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 41021

Comentários

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

imagem de Joel

.

.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Na extrema qu’esta minh’alma possui. 156 924 04/24/2019 - 20:03 Português
Ministério da Poesia/Geral Como rei deposto numa nação de rosas ... 266 2.804 04/23/2019 - 09:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Por amor ao meu país… 230 2.763 04/23/2019 - 09:05 Português
Ministério da Poesia/Geral Posso soltar as asas… 330 1.981 04/14/2019 - 19:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Frágil 353 2.743 04/14/2019 - 19:53 Português
Ministério da Poesia/Geral O Cavaleiro da Dinamarca. 780 1.800 04/14/2019 - 19:52 Português
Poesia/Geral (Vive la France) 465 3.196 04/14/2019 - 19:48 Português
Ministério da Poesia/Geral Calmo 332 1.868 04/14/2019 - 19:46 Português
Poesia/Geral A ilusão do Salmão ... 544 1.960 04/14/2019 - 19:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Sofro por não ter falta , 612 2.063 04/13/2019 - 11:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Ridículo q.b. 509 2.601 04/12/2019 - 16:22 Português
Ministério da Poesia/Geral À dimensão do horto … 347 2.226 04/11/2019 - 09:45 Português
Ministério da Poesia/Geral Trago em mim dentro 771 3.328 04/10/2019 - 10:53 Português
Poesia/Geral Último Poema 435 2.963 04/10/2019 - 10:50 Português
Ministério da Poesia/Geral Colossal o Oceano, 434 2.307 04/10/2019 - 10:49 Português
Ministério da Poesia/Geral O Gebo e o Sonho. 404 2.587 04/10/2019 - 10:48 Português
Ministério da Poesia/Geral Convenço, convencei, convençai… 491 2.262 04/09/2019 - 12:00 Português
Poesia/Geral Certidão de procedência 406 2.062 04/09/2019 - 11:58 Português
Poesia/Geral - Papoila é nome de guerra - 359 31.613 04/09/2019 - 11:56 Português
Poesia/Geral Como terra me quero, descalço e baixo ... 480 1.179 04/09/2019 - 11:52 Português
Poesia/Geral O erro de Descartes 479 1.677 04/09/2019 - 11:49 Português
Ministério da Poesia/Geral V de Vitória - Revolução - 537 2.503 04/03/2019 - 16:43 Português
Ministério da Poesia/Geral Minha alma é um lego 506 2.799 03/30/2019 - 17:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu sou tudo aquilo por onde me perco… 420 2.972 03/30/2019 - 17:17 Português
Poesia/Geral (1820) 305 2.278 03/30/2019 - 17:14 Português