CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Esquina da palavra

Não sei
qual a melhor hora do dia
para fazer poesia!

Nas noites as estrelas
nem sempre inspiram
as insónias galgam
nos poros das palavras
a lua despede-se sem alicerces.

A manhã é a primazia do sol
os ponteiros vibram no despertar,
os orvalhos da manhã
são frescos como romã
no vazio recolhido
da consciência devoluta .

As tardes correm
brindam faúlhas da lareira na clareira
onde o sol se deita encantado
embalado no berço das brisas calmas.

Acompanho os movimentos…

Alimento a mente
nas horas completas do dia
mas na verdade
a poesia nasce
na esquina da palavra
desenhada na emoção
no abrigo dos gestos
ausentes na presente
memória de um flash!

Submited by

terça-feira, junho 12, 2012 - 14:06

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

AnaCoelho

imagem de AnaCoelho
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 45 semanas
Membro desde: 11/14/2008
Conteúdos:
Pontos: 1789

Comentários

imagem de Henricabilio

Toda a hora é própria para

Toda a hora é própria para escrever
mas nem todos os momentos o são
- a falta de tempo ou o cansaço,
são obstáculos para a criatividade.

Saudações!

_Abilio

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of AnaCoelho

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Prosas/Pensamentos Provas reais das contas onde os dedos se perdem 0 1.073 09/19/2011 - 05:51 Português
Poesia/Meditação Força da fraqueza 0 1.117 07/09/2011 - 12:39 Português
Poesia/Meditação Configurações 2 829 06/30/2011 - 21:56 Português
Poesia/Meditação Criança 4 567 06/02/2011 - 12:00 Português
Poesia/Meditação Sombra da cor 1 1.025 05/09/2011 - 21:16 Português
Poesia/Geral O prefácio do silêncio 3 892 05/01/2011 - 20:25 Português
Poesia/Aforismo A loucura da palavra 1 1.115 04/26/2011 - 16:30 Português
Poesia/Geral Na cegueira de olhos abertos 1 789 04/09/2011 - 04:50 Português
Poesia/Meditação Ao partir da noite 1 1.308 03/29/2011 - 23:06 Português
Prosas/Pensamentos Espasmos 0 1.112 03/24/2011 - 00:31 Português
Poesia/Meditação Pulsares ocos 0 618 03/18/2011 - 06:39 Português
Poesia/Meditação Respirava os gritos das gaivotas 2 851 03/04/2011 - 23:57 Português
Poesia/Meditação Introspecção 2 637 02/23/2011 - 22:36 Português
Poesia/Meditação Os músculos da coragem 0 785 02/02/2011 - 01:52 Português
Poesia/Meditação Os ecos são de silêncio 3 814 01/30/2011 - 21:29 Português
Poesia/Meditação No fim do crepúsculo 3 680 01/30/2011 - 01:50 Português
Poesia/Pensamentos Até que o dia 1 1.080 01/21/2011 - 10:58 Português
Poesia/Amor Harpas de paixão 2 1.442 01/10/2011 - 22:43 Português
Poesia/Amizade Resposta a uma amiga 1 735 01/10/2011 - 22:38 Português
Poesia/Meditação Balanço os sons da mente 3 648 01/07/2011 - 21:48 Português
Poesia/Meditação Nas distâncias os ecos de outras palavras, 0 482 01/01/2011 - 21:27 Português
Poesia/Dedicado O último poema 2 603 01/01/2011 - 13:06 Português
Poesia/Meditação Até ao amanhecer 1 978 12/31/2010 - 17:06 Português
Videos/Perfil 1027 0 898 11/24/2010 - 22:08 Português
Videos/Perfil 600 0 1.211 11/24/2010 - 22:00 Português