CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

FANTASIA MIGRANTE

Ponganle ojos cumpadres!
Diz ser corsário! Não creio...
Tem ar de delírio e amores
Nas margens do devaneio.

Tomem cuidado! É certo
Sua alma de profeta e o cajado
Vai rijo à mão esquerda... Profano
Diz ser cigano e fuma cigarro

Como um poeta, diz que vicia
Sua palavra imita a magia,
Grafia homeopática. Vigia!
E lê nos astros nosso destino!

Diz ter origem no Ganges
Que vem pra lá do Himalaia...
Cuidado! Fez um castelo do verbo
De verso fez a Cidadela...

Como um inseto, transmuta
E nutre-se como uma epífita
Crisálida sem casulo, caverna!
O fato concreto revela: é desempregado e migra!

www.outubrorubro.blogspot.com

Submited by

sábado, abril 16, 2011 - 11:03

Poesia :

No votes yet

marcelocampello

imagem de marcelocampello
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 20 semanas
Membro desde: 03/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 310

Comentários

imagem de André Alves

Bravo.

É belíssimo seu poema, e tem uma temática interessante; um vocábulo de verve, e um estro muito curioso. Obrigado pela boa leitura.

imagem de MarneDulinski

Lindo e maraviloso seu poema,

Lindo e maraviloso seu poema, gostei muito!

Meus parabéns, destaco  os versos abaixo:

Como um inseto, transmuta
E nutre-se como uma epífita
Crisálida sem casulo, caverna!
O fato concreto revela: é desempregado e migra!

MarneDulinski

imagem de marcelocampello

Obrigado Marne, sempre!

Obrigado grande leitor de todos! Atencioso e cuidadoso como sempre!
Obrigado mesmo, pela atenção e dedicação!

Abraços fraternos!

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marcelocampello

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação A história da cabeça que fugiu dos pés! 4 466 06/10/2012 - 22:03 Português
Poesia/Meditação The story of a head that ran from its feet 0 899 06/10/2012 - 12:07 inglês
Poesia/Geral Dr. Jekyll: Pb > Au 0 657 12/12/2011 - 11:26 Português
Poesia/Geral Cavaleiro de Copas 0 566 12/09/2011 - 19:40 Português
Poesia/Intervenção BELO MONTE 0 635 12/09/2011 - 19:03 Português
Poesia/Geral Gilliat e Deruchete 1 996 12/01/2011 - 18:42 Português
Poesia/Geral Pessoas são como países (reeditado) 0 802 10/25/2011 - 14:47 Português
Poesia/Geral PESSOAS SAO COMO PAISES 0 670 10/25/2011 - 14:41 Português
Poesia/Geral ENTROPIA MONETÁRIA 0 919 10/07/2011 - 15:50 Português
Poesia/Geral MORO NESSA CASA VAZIA 0 969 10/07/2011 - 15:46 Português
Poesia/Fantasia Amores e Mamutes 4 873 04/30/2011 - 16:59 Português
Poesia/Amizade Jocasta, Amelie Poulain e Lili Carabina 2 1.222 04/28/2011 - 20:40 Português
Poesia/Geral A MENINA NA CAVERNA 0 1.057 04/27/2011 - 15:16 Português
Poesia/Geral O Eco, a Sombra e as Estrelas 1 1.227 04/27/2011 - 03:48 Português
Poesia/Geral FANTASIA MIGRANTE 3 944 04/19/2011 - 19:00 Português
Poesia/Geral Canção em Espiral 1 749 04/16/2011 - 04:08 Português
Poesia/Geral Tropa serena 0 1.197 04/16/2011 - 01:52 Português
Poesia/Geral Desculpai-me insetos! 2 1.353 04/13/2011 - 22:52 Português
Poesia/Geral Algum abandono previsível! 3 1.024 04/12/2011 - 14:02 Português
Poesia/Geral Mom made a doll 0 915 04/09/2011 - 23:18 inglês
Poesia/Geral Jocasta, Amelie Poulain e Lili Carabina 0 1.009 04/09/2011 - 16:18 inglês
Poesia/Geral The poem's not love 0 959 04/09/2011 - 16:17 inglês
Poesia/Geral Adrift 0 1.202 04/09/2011 - 16:16 inglês
Poesia/Geral Encerrai a cavalgada! 2 862 04/09/2011 - 11:51 Português
Poesia/Geral Passou o tempo querida! 6 995 04/05/2011 - 12:33 Português