CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Tesoureiros da luz,

Tesoureiros da luz,

Tenho alma de cão pastor cego,
Sinto nas galáxias o que não vejo
Cá baixo, caminho na certeza de
Voltar nunca o mesmo que fui,

Faz tempo, o futuro foi lá trás,
Sigo meus pés descalços, a alma
As estrelas e o espaço, tanto faz,
Formiga d'asa, onde possa voar,

Embarcar para as estrelas que sigo,
Pastor perseguindo velas, cego,
Queimando os dedos noutros
Universos loucos, menos paralelos,

Assim como um tesoureiro da luz,
Caminhando no breu pelos pontos
Que brilham, sinto pelo som os astros,
Pouso nos cotovelos os ombros,

Nas estepes o desafio, a orgia da luz
Aí percebo quanto sou frágil, caniço
Da luz que sai pela voz e apenas,
Se é chama, é orgânica na lucidez,

Ela nos diz se a podemos desfiar
Ou não fiar, dependendo do ouro,
Da densidade frágil do fio, da voz o ar
E do modo como sai da boca, o cosmos

Da confiança e no tear próximo,
O pouso e os cabelos de Berenice...
Da janela os reconheço, cada transeunte
Pelo brilho que apresenta e usa,

Como que se germinassem espelhos
Na calçada, reflectidos na minha
Face a pontos ouro de luz, fina Ursa Menor
Ou grossa, difusa ou orgia em chama,

Tenha ou não eu alma de pastor cego
Certo é ter de rinoceronte ego, escaravelho
Sinto nas galáxias o que não vejo, pego
O facho e caminho para um Sol poente vizinho,

O meu travesseiro de luz.

Jorge Santos 04/2019
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

quinta-feira, maio 9, 2019 - 10:14

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 11 horas 53 minutos
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 39413

Comentários

imagem de Joel

valorizemos quem escreve e

valorizemos quem escreve e sente e não banalidades sem sentido (como tanto e tantos nesta net) viva a escrita poética ...

imagem de Joel

valorizemos quem escreve e

valorizemos quem escreve e sente e não banalidades sem sentido (como tanto e tantos nesta net) viva a escrita poética ...

imagem de Joel

valorizemos quem escreve e

valorizemos quem escreve e sente e não banalidades sem sentido (como tanto e tantos nesta net) viva a escrita poética ...

imagem de Joel

valorizemos quem escreve e

valorizemos quem escreve e sente e não banalidades sem sentido (como tanto e tantos nesta net) viva a escrita poética ...

imagem de Joel

valorizemos quem escreve e

valorizemos quem escreve e sente e não banalidades sem sentido (como tanto e tantos nesta net) viva a escrita poética ...

imagem de Joel

valorizemos quem escreve e

valorizemos quem escreve e sente e não banalidades sem sentido (como tanto e tantos nesta net) viva a escrita poética ...

imagem de Joel

valorizemos quem escreve e

valorizemos quem escreve e sente e não banalidades sem sentido (como tanto e tantos nesta net) viva a escrita poética ...

imagem de Joel

valorizemos quem escreve e

valorizemos quem escreve e sente e não banalidades sem sentido (como tanto e tantos nesta net) viva a escrita poética ...

imagem de Joel

valorizemos quem escreve e

valorizemos quem escreve e sente e não banalidades sem sentido (como tanto e tantos nesta net) viva a escrita poética ...

imagem de Joel

valorizemos quem escreve e

valorizemos quem escreve e sente e não banalidades sem sentido (como tanto e tantos nesta net) viva a escrita poética ...

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Aforismo candeias as avessas 10 1.344 11/28/2018 - 16:27 Português
Ministério da Poesia/Aforismo veneno 10 1.595 11/28/2018 - 16:26 Português
Ministério da Poesia/Dedicado Iris 10 1.122 11/28/2018 - 16:24 Português
Ministério da Poesia/Aforismo espelho meu 10 1.740 11/28/2018 - 16:22 Português
Ministério da Poesia/Aforismo seda 10 2.453 11/28/2018 - 16:21 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Dedragão 10 1.495 11/28/2018 - 16:19 Português
Ministério da Poesia/Aforismo Mal feito eu 10 596 11/28/2018 - 16:17 Português
Ministério da Poesia/Aforismo larva ou crisálida 10 858 11/28/2018 - 16:16 Português
Poesia/Geral De mim não falo mais 10 733 11/18/2018 - 17:04 Português
Poesia/Geral Não ha paisagem que ame mais 10 972 11/15/2018 - 21:32 Português
Prosas/Outros Requiem for a dream 10 1.432 11/15/2018 - 21:32 Português
Poesia/Geral O rio só precisa desejar a foz 10 844 11/13/2018 - 13:43 Português
Poesia/Geral Se pudesse pegava em mim e seria outra coisa qualquer 11 863 11/13/2018 - 13:41 Português
Poesia/Geral Vivo numa casa sem vista certa 11 1.647 11/13/2018 - 13:39 Português
Ministério da Poesia/Geral Amor omisso. 11 703 10/16/2018 - 17:32 Português
Poesia/Geral I can fly ... 11 547 10/16/2018 - 09:41 Português
Poesia/Geral -O corte do costume, se faz favor – 14 415 10/16/2018 - 09:38 Português
Ministério da Poesia/Geral Jaz por terra... 13 426 10/16/2018 - 09:37 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu sou o oposto, 13 403 10/16/2018 - 09:36 Português
Ministério da Poesia/Geral Escolho fugir de mim, 13 1.031 10/16/2018 - 09:35 Português
Ministério da Poesia/Geral No bater de duas asas​ ... 13 348 10/16/2018 - 09:34 Português
Poesia/Geral “From above to below” 13 350 10/16/2018 - 09:33 Português
Ministério da Poesia/Geral Conto … 13 203 10/16/2018 - 09:32 Português
Ministério da Poesia/Geral “From above to below” 13 381 10/16/2018 - 09:31 Português
Ministério da Poesia/Geral JOEL MATOS 14 745 10/16/2018 - 09:31 Português