CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Sou um homem complicado…

 

Sou um homem complicado, pondo
De lado a saudade do que queria,
Escondo o que penso da abdicação
E o que quero é um santo remédio,
Que dê combate ao absurdo que sou

E queria para deixar de existir o que
Quero por encanto e enquanto falar
A saudade tão alto que não haja
Maneira de ouvir não pensar, se quero

O impossível que continuo a querer
Por teimosia e nao por bom senso
Ou a incapacidade de ter saudade de tudo,
Pois sinto saudade do sorriso, pondo

De lado a razão, com que não lido,luto…
Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

Quem sabe a minha vinda depois de viver,
Explicando tão concreta porém abstracta, tinta…

Jorge Santos (03/09/2015)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

sexta-feira, fevereiro 23, 2018 - 12:09

Ministério da Poesia :

Your rating: None Average: 5 (1 vote)

Joel

imagem de Joel
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 3 dias 17 horas
Membro desde: 12/20/2009
Conteúdos:
Pontos: 40615

Comentários

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

imagem de Joel

Sou um homem complicado,

Sou um homem complicado, ponto,
Como se não fosse a consciência alheia
Oscilante e variável por direito cível

E alienável a condição de fazedora
De espelhos e fantasma de laboratório
Queria para deixar de existir, o processo
De ser Deus trazido pra escrita,

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Joel

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Ministério da Poesia/Geral Minha alma é um lego 506 1.306 03/30/2019 - 16:19 Português
Ministério da Poesia/Geral Eu sou tudo aquilo por onde me perco… 420 1.254 03/30/2019 - 16:17 Português
Poesia/Geral (1820) 305 1.342 03/30/2019 - 16:14 Português
Ministério da Poesia/Geral "Je ne dis rien, tu m'écoutes" 468 1.330 03/30/2019 - 16:13 Português
Ministério da Poesia/Geral Cansei. 346 1.537 03/30/2019 - 16:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Temo as sombras e o burburinho … 352 866 03/30/2019 - 16:08 Português
Ministério da Poesia/Geral Despido de tudo quanto sou... 241 1.344 03/30/2019 - 16:03 Português
Ministério da Poesia/Geral O mar que não tem a Lua ... 288 1.221 03/30/2019 - 16:03 Português
Poesia/Geral Ou eu me não chame de Antônio ... 543 940 03/30/2019 - 16:01 Português
Poesia/Geral Sobre conceitos 436 3.716 03/30/2019 - 15:59 Português
Ministério da Poesia/Geral Sem casas não haveriam ruas ... 343 824 03/30/2019 - 15:58 Português
Ministério da Poesia/Geral Que será da nossa viúva sombra, 368 872 03/30/2019 - 15:56 Português
Poesia/Geral Sonho d'Midas ... 351 1.362 03/30/2019 - 15:54 Português
Ministério da Poesia/Geral Gostaria de ter um Cadillac novo, 329 1.214 03/30/2019 - 15:52 Português
Poesia/Geral Cego debruçado em via-estreita 290 547 03/30/2019 - 12:27 Português
Ministério da Poesia/Geral Botto 261 1.354 03/30/2019 - 12:21 Português
Ministério da Poesia/Geral Difícil é sair de mim, eu mesmo... 557 993 03/30/2019 - 12:19 Português
Ministério da Poesia/Geral O poema d'hoje não é diferente ... 357 867 03/30/2019 - 12:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Todos os nomes que te dou, são meus ... 284 1.100 03/30/2019 - 12:15 Português
Ministério da Poesia/Geral Pax pristina 176 1.180 03/30/2019 - 11:17 Português
Ministério da Poesia/Geral Caminho, por não ter fé ... 369 763 03/30/2019 - 11:16 Português
Ministério da Poesia/Geral O azedume no vinagre ou rumo a Centauro-A 209 885 03/30/2019 - 11:14 Português
Poesia/Geral o sabor da terra 296 607 03/30/2019 - 11:12 Português
Poesia/Geral Inté'que poema se chame de Eu ... 243 692 03/30/2019 - 11:11 Português
Ministério da Poesia/Geral Igual a toda'gente... 287 958 03/30/2019 - 11:10 Português