CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Cacos de teus átomos

Tu debelas com suplício da dor sorrateira,
Turra
Envenenada 
Em pose de lorde medroso,
Dívida do medo sem fórmula,
Conta do cuspe.

Arrebentaram teu átomo.

Andejos afoitos como lacaios nas ruas
Leões cegos.
Sendas da noite
Teatro dos cisnes brancos que voam no escuro

Corram todos, vamos!
As parideiras se vão
Resta nascermos
Sermos semens
Feito alecrins para abelhas.

Natais mongolais nas pancadas nas águas injustas
No feitiço da beleza
Ninos de invernos
Fronhas que pulsam sangue nas batalhas do sono.

Corpo sem alma
Casa com janelas dos rostos que morreram pelo mundo.

Submited by

segunda-feira, outubro 29, 2012 - 10:47

Poesia :

No votes yet

Alcantra

imagem de Alcantra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 42 semanas
Membro desde: 04/14/2009
Conteúdos:
Pontos: 1563

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Alcantra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Soma de poemas 5 1.209 02/27/2018 - 12:09 Português
Poesia/Geral Abismo em seu libré 0 1.375 12/04/2012 - 00:35 Português
Poesia/Geral Condado vermelho 0 1.920 11/30/2012 - 22:57 Português
Poesia/Geral Ois nos beijos 1 1.282 11/23/2012 - 11:08 Português
Poesia/Geral Dores ao relento 0 1.585 11/13/2012 - 21:05 Português
Poesia/Geral Memórias do norte 1 800 11/10/2012 - 19:03 Português
Poesia/Geral De vez tez cromo que espeta 0 1.590 11/05/2012 - 15:01 Português
Poesia/Geral Cacos de teus átomos 0 1.131 10/29/2012 - 10:47 Português
Poesia/Geral Corcovas nas ruas 0 1.752 10/22/2012 - 11:58 Português
Poesia/Geral Mademouselle 0 988 10/08/2012 - 15:56 Português
Poesia/Geral Semblantes do ontem 0 1.133 10/04/2012 - 02:29 Português
Poesia/Geral Extravio de si 0 1.179 09/25/2012 - 16:10 Português
Poesia/Geral Soprosos Mitos 0 1.802 09/17/2012 - 22:54 Português
Poesia/Geral La boheme 0 1.558 09/10/2012 - 15:51 Português
Poesia/Geral Mar da virgindade 2 1.065 08/27/2012 - 16:26 Português
Poesia/Geral Gatos-de-algália 0 1.833 07/30/2012 - 16:16 Português
Poesia/Geral Vidas de vidro num sutil beijo sem lábios 2 1.173 07/23/2012 - 01:48 Português
Poesia/Geral Vales do céu 0 944 07/10/2012 - 11:48 Português
Poesia/Geral Ana acorda 1 1.425 06/28/2012 - 17:05 Português
Poesia/Geral Prato das tardes de Bordô 0 1.145 06/19/2012 - 17:00 Português
Poesia/Geral Um sonho que se despe pela noite 0 1.178 06/11/2012 - 14:11 Português
Poesia/Geral Ave César! 0 1.962 05/29/2012 - 18:54 Português
Poesia/Geral Rodapés de Basiléia 1 1.142 05/24/2012 - 03:29 Português
Poesia/Geral As luzes falsas da noite 0 1.947 05/14/2012 - 02:08 Português
Poesia/Geral Noites com Caína 0 1.216 04/24/2012 - 16:19 Português