CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Soma de poemas

Se estavas aqui saberás para onde vou,
Quem sabe!
Só que tu sabes me escrever quando quiseres me amar,
Quando quiseres me amar saberás qual palavra me usar.

Na vida ou fora dela só tive um dom,
Você
Mais que infinito eterno além para sempre...
Você
Minha doce mensagem
Que soube decifrar qual poema fui.

Submited by

segunda-feira, agosto 27, 2012 - 16:49

Poesia :

Your rating: None (2 votes)

Alcantra

imagem de Alcantra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 12 semanas
Membro desde: 04/14/2009
Conteúdos:
Pontos: 1563

Comentários

imagem de Joel

Na vida ou fora dela só tive um dom,

Na vida ou fora dela só tive um dom,

imagem de Joel

parabens

gostei deste

imagem de Letícia Ferrari

que poema lindo! amei!

que poema lindo! amei!

imagem de Alcantra

Agradeço o teu comentário

Agradeço o teu comentário Letícia.

Abraço,

Alcantra

imagem de cecilia

E desta soma...

segue o resultado...

A palavra

Tive apenas este dom,

Sei apenas para onde caminhar,
E saberás também se da mesma forma pensar...

No mais profundo pensamento,
Uma palavra
No mais intenso sentimento,
Um momento

Mensagem que decifrei...
Do poema que somei.

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Alcantra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Soma de poemas 5 716 02/27/2018 - 12:09 Português
Poesia/Geral Abismo em seu libré 0 840 12/04/2012 - 00:35 Português
Poesia/Geral Condado vermelho 0 1.044 11/30/2012 - 22:57 Português
Poesia/Geral Ois nos beijos 1 850 11/23/2012 - 11:08 Português
Poesia/Geral Dores ao relento 0 1.060 11/13/2012 - 21:05 Português
Poesia/Geral Memórias do norte 1 522 11/10/2012 - 19:03 Português
Poesia/Geral De vez tez cromo que espeta 0 1.098 11/05/2012 - 15:01 Português
Poesia/Geral Cacos de teus átomos 0 764 10/29/2012 - 10:47 Português
Poesia/Geral Corcovas nas ruas 0 1.187 10/22/2012 - 11:58 Português
Poesia/Geral Mademouselle 0 664 10/08/2012 - 15:56 Português
Poesia/Geral Semblantes do ontem 0 614 10/04/2012 - 02:29 Português
Poesia/Geral Extravio de si 0 754 09/25/2012 - 16:10 Português
Poesia/Geral Soprosos Mitos 0 1.278 09/17/2012 - 22:54 Português
Poesia/Geral La boheme 0 954 09/10/2012 - 15:51 Português
Poesia/Geral Mar da virgindade 2 597 08/27/2012 - 16:26 Português
Poesia/Geral Gatos-de-algália 0 1.208 07/30/2012 - 16:16 Português
Poesia/Geral Vidas de vidro num sutil beijo sem lábios 2 764 07/23/2012 - 01:48 Português
Poesia/Geral Vales do céu 0 667 07/10/2012 - 11:48 Português
Poesia/Geral Ana acorda 1 938 06/28/2012 - 17:05 Português
Poesia/Geral Prato das tardes de Bordô 0 660 06/19/2012 - 17:00 Português
Poesia/Geral Um sonho que se despe pela noite 0 714 06/11/2012 - 14:11 Português
Poesia/Geral Ave César! 0 1.526 05/29/2012 - 18:54 Português
Poesia/Geral Rodapés de Basiléia 1 797 05/24/2012 - 03:29 Português
Poesia/Geral As luzes falsas da noite 0 1.444 05/14/2012 - 02:08 Português
Poesia/Geral Noites com Caína 0 897 04/24/2012 - 16:19 Português