CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

está bem assim?

Vejo em tudo imperfeições, não encontro satisfação nas coisas,sinto-me estranho e incompreendido. Como se só o vento incerto me chegasse aos ouvidos, como se só o branco me desse aprendizagem e em cada ruído sentisse dor neste momento . Como se buscasse a música certa e não a encontrasse, como se procurasse a pessoa certa, na esperança de encontrar a mesma pessoa errada de outrora e não encontrasse. Como se procurasse o sonho que não existe. Como se fosse folha reciclada e rasgada tantas vezes que virasse pó, como se fosse cinzas e me deixasse levar a voar nesse vento incerto até chegar a alguma coisa. Como se quisesse o recomeço para me vingar de mim mesmo e poder negar os conselhos que não me servem de nada .... ahhhhh palavras ignorantes de pessoas taaão sábias. Ser o que sou a rebentar paredes à cabeçada, a dar pontapés em todas as decisões acertadas, haveria de ser alguém a falhar em tudo e a brincar com os sentimentos das pessoas mais educadas, as mais sensíveis e correctas, ah coitadas!!! Seus filhos da puta, hipócritas, heróis das historinhas de fadas, senhoras das missas de domingo, as meninas mais requintadas que andam ai a fazer mamadas à primeira pixota recheada de roupas novas. Vá toda a gente de telemóvel na mão a dizer aos nossos amiguinhos que eu sou um parvalhão, vá vá, antes que comece aquele programa fantástico de televisão. Cuspo tudo pro chão! Sou um grande anormal e sinto-me cheio de sorte.

Submited by

segunda-feira, dezembro 9, 2013 - 18:56

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

paullopex

imagem de paullopex
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 32 semanas 5 dias
Membro desde: 04/05/2010
Conteúdos:
Pontos: 148

Comentários

imagem de Joel

obrigado pela visita

obrigado pela visita

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of paullopex

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção I CAN'T BREATH 0 263 05/31/2020 - 00:18 Português
Poesia/Amor Desencontros 7 549 05/29/2020 - 23:42 Português
Poesia/Geral está bem assim? 1 480 03/08/2018 - 17:42 Português
Poesia/Amor Porto de Abrigo 4 563 03/06/2018 - 15:22 Português
Poesia/Meditação E, como amamos? 1 493 03/05/2018 - 21:19 Português
Poesia/Meditação Quanto mede o infinito? 1 588 03/01/2018 - 17:06 Português
Poesia/Amor A dança 1 329 06/05/2014 - 04:40 Português
Poesia/Amor Noites de Inverno 1 702 01/14/2014 - 12:45 Português
Poesia/Alegria Primavera 0 428 08/18/2013 - 00:56 Português
Poesia/Amor Aventura 0 640 08/19/2011 - 14:21 Português
Poesia/Amor Desconhecida 0 539 07/06/2011 - 02:28 Português
Poesia/Meditação A regra 4 741 04/17/2011 - 12:16 Português
Poesia/Intervenção Que se CALEM, que se GRITE!!!! 2 483 03/14/2011 - 23:45 Português
Poesia/Geral Cidade ao entardecer (antigo) 2 612 03/12/2011 - 01:14 Português
Poesia/Amor Tu és... 0 452 03/05/2011 - 23:50 Português
Poesia/Desilusão Decadência 0 998 03/05/2011 - 23:46 Português
Poesia/Desilusão Múmia Sadia 2 471 03/05/2011 - 23:34 Português
Poesia/Desilusão Não!!! 0 512 03/05/2011 - 23:30 Português
Poesia/Meditação A estrada 4 598 03/05/2011 - 22:44 Português
Poesia/Pensamentos Podia-mos dar um passeio. 0 530 03/05/2011 - 01:49 Português
Poesia/Paixão E de repente... 0 585 03/05/2011 - 01:47 Português
Poesia/Meditação Actor 0 570 03/05/2011 - 01:43 Português
Poesia/Aforismo Noturno(pelas normas) 0 594 03/05/2011 - 01:41 Português
Poesia/Desilusão Saudade, sempre demais. 0 609 03/05/2011 - 01:38 Português
Poesia/Meditação Eterium 0 809 03/05/2011 - 01:37 Português