CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Saudade, sempre demais.

Fecho os olhos, limito-me ao que sou,
Um respiro sufocado entre o nada que dói,
Entre o nada que existe em algo que foi,
Entre o ego que se esconde por onde vou.
Limito-me a ouvir o que o mundo me oferece,
A sentir a profunda dor se a tiver de sentir,
A gritar nas entranhas do ódio e da prece,
Pedindo por alguém que me faça sorrir.
Parece que não existem sonhos que me consolem
Nem palavras, nem carinhos, nem gestos,
As razões que eu tenho são saudades que não somem,
E mato-me no desejo, de me perder nos teu afectos.
Há interrogações para as quais não obtemos resposta,
Outras em que a resposta é uma metafora da tortura,
E a ignorância é tão menos dolorosa,
A cegueira tão mais pura.

Submited by

sábado, março 5, 2011 - 01:38

Poesia :

No votes yet

paullopex

imagem de paullopex
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 32 semanas 5 dias
Membro desde: 04/05/2010
Conteúdos:
Pontos: 148

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of paullopex

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Intervenção I CAN'T BREATH 0 263 05/31/2020 - 00:18 Português
Poesia/Amor Desencontros 7 549 05/29/2020 - 23:42 Português
Poesia/Geral está bem assim? 1 480 03/08/2018 - 17:42 Português
Poesia/Amor Porto de Abrigo 4 563 03/06/2018 - 15:22 Português
Poesia/Meditação E, como amamos? 1 493 03/05/2018 - 21:19 Português
Poesia/Meditação Quanto mede o infinito? 1 588 03/01/2018 - 17:06 Português
Poesia/Amor A dança 1 329 06/05/2014 - 04:40 Português
Poesia/Amor Noites de Inverno 1 702 01/14/2014 - 12:45 Português
Poesia/Alegria Primavera 0 428 08/18/2013 - 00:56 Português
Poesia/Amor Aventura 0 640 08/19/2011 - 14:21 Português
Poesia/Amor Desconhecida 0 539 07/06/2011 - 02:28 Português
Poesia/Meditação A regra 4 741 04/17/2011 - 12:16 Português
Poesia/Intervenção Que se CALEM, que se GRITE!!!! 2 483 03/14/2011 - 23:45 Português
Poesia/Geral Cidade ao entardecer (antigo) 2 612 03/12/2011 - 01:14 Português
Poesia/Amor Tu és... 0 452 03/05/2011 - 23:50 Português
Poesia/Desilusão Decadência 0 998 03/05/2011 - 23:46 Português
Poesia/Desilusão Múmia Sadia 2 471 03/05/2011 - 23:34 Português
Poesia/Desilusão Não!!! 0 512 03/05/2011 - 23:30 Português
Poesia/Meditação A estrada 4 598 03/05/2011 - 22:44 Português
Poesia/Pensamentos Podia-mos dar um passeio. 0 530 03/05/2011 - 01:49 Português
Poesia/Paixão E de repente... 0 585 03/05/2011 - 01:47 Português
Poesia/Meditação Actor 0 570 03/05/2011 - 01:43 Português
Poesia/Aforismo Noturno(pelas normas) 0 594 03/05/2011 - 01:41 Português
Poesia/Desilusão Saudade, sempre demais. 0 609 03/05/2011 - 01:38 Português
Poesia/Meditação Eterium 0 809 03/05/2011 - 01:37 Português