CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Barbies não são bem-vindas


As bêbadas
com cuidado, deito-as no catre
Lhes tiro os sapatos...
as ébrias em tristes retratos me elevam

As guerrilheiras eu amo
Inevitável!
quando vencem meus desafetos
Devoro o código Morse
Sugando o seio secreto

As velhas bruxas me alucinam
Bailo encantado nos ungüentos
Ergo estandartes em meu delírio
Sangro martírios no santo Sudário

Deixando marcas

Em meus diários, milhares de pistas

Já as bailarinas... eu as detesto
Barbies não são bem-vindas
Em meu castelo

Princesas são prisioneiras dos paraísos

Prefiro Eva
Pecadora
Profanada
Madalena
Perseguida
Peregrina
Erguida de minha Costela

As ciganas
As guitarras
O cigarro
O cemitério

Voem borboletas... Deixem os casulos!

Acasala o cavalo com a égua

Como sempre!
Está escrito!
São as regras!

As putas em pústulas
O peito murcho das velhas
E as assassinas em festa

As que toco aqui nesta terra
Com meus dedos
Que se enterram nos segredos
e mistérios

Em cabelos ancianos
Em seus pelos
Pubianos

Puros e breves
Distante demais dos santos

Me aproximando dos vermes

Submited by

quarta-feira, março 2, 2011 - 20:47

Poesia :

No votes yet

marcelocampello

imagem de marcelocampello
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 6 anos 20 semanas
Membro desde: 03/02/2011
Conteúdos:
Pontos: 310

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of marcelocampello

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Meditação A história da cabeça que fugiu dos pés! 4 465 06/10/2012 - 22:03 Português
Poesia/Meditação The story of a head that ran from its feet 0 898 06/10/2012 - 12:07 inglês
Poesia/Geral Dr. Jekyll: Pb > Au 0 656 12/12/2011 - 11:26 Português
Poesia/Geral Cavaleiro de Copas 0 563 12/09/2011 - 19:40 Português
Poesia/Intervenção BELO MONTE 0 634 12/09/2011 - 19:03 Português
Poesia/Geral Gilliat e Deruchete 1 994 12/01/2011 - 18:42 Português
Poesia/Geral Pessoas são como países (reeditado) 0 801 10/25/2011 - 14:47 Português
Poesia/Geral PESSOAS SAO COMO PAISES 0 669 10/25/2011 - 14:41 Português
Poesia/Geral ENTROPIA MONETÁRIA 0 918 10/07/2011 - 15:50 Português
Poesia/Geral MORO NESSA CASA VAZIA 0 967 10/07/2011 - 15:46 Português
Poesia/Fantasia Amores e Mamutes 4 871 04/30/2011 - 16:59 Português
Poesia/Amizade Jocasta, Amelie Poulain e Lili Carabina 2 1.220 04/28/2011 - 20:40 Português
Poesia/Geral A MENINA NA CAVERNA 0 1.055 04/27/2011 - 15:16 Português
Poesia/Geral O Eco, a Sombra e as Estrelas 1 1.224 04/27/2011 - 03:48 Português
Poesia/Geral FANTASIA MIGRANTE 3 943 04/19/2011 - 19:00 Português
Poesia/Geral Canção em Espiral 1 747 04/16/2011 - 04:08 Português
Poesia/Geral Tropa serena 0 1.193 04/16/2011 - 01:52 Português
Poesia/Geral Desculpai-me insetos! 2 1.351 04/13/2011 - 22:52 Português
Poesia/Geral Algum abandono previsível! 3 1.023 04/12/2011 - 14:02 Português
Poesia/Geral Mom made a doll 0 913 04/09/2011 - 23:18 inglês
Poesia/Geral Jocasta, Amelie Poulain e Lili Carabina 0 1.006 04/09/2011 - 16:18 inglês
Poesia/Geral The poem's not love 0 958 04/09/2011 - 16:17 inglês
Poesia/Geral Adrift 0 1.201 04/09/2011 - 16:16 inglês
Poesia/Geral Encerrai a cavalgada! 2 861 04/09/2011 - 11:51 Português
Poesia/Geral Passou o tempo querida! 6 993 04/05/2011 - 12:33 Português