CONCURSOS:

Edite o seu Livro! A corpos editora edita todos os géneros literários. Clique aqui.
Quer editar o seu livro de Poesia?  Clique aqui.
Procuram-se modelos para as nossas capas! Clique aqui.
Procuram-se atores e atrizes! Clique aqui.

 

Arranhão do gozo

Arranhão do gozo
No armário os falsos orgulhos, entre jogos de luzes contra sombras, adivinhavam sua crueza brusca, tuas bengalas assustadas com passos de mentira. Aqueles que olham descem espinhas em atormentados arrepios, do outro lado um servo astuto vê uma quase marcha “eslava” das mortes em suas vidas aprendendo a engatinhar.

Calaste infame magros desejos nus adocicados sem textura com ouvidos vestidos em peles, onde nas casamatas, os metrôs são minhocas e sarjetas barricadas no recuo com disparos vermelhos de semáforos.

Cova larga no latifúndio da obsessão.

Sem ao invés no convés ímpar marinheiros a cru estendem o pó original á brisa no levar de frágeis chamas de velas, o bico labial do mau tempo apaga-as em lascivas marolas assopradas por melodias na alma.

Na obscura selva de pelos, unhas coçam madrugadas até o arranhão do gozo.

.

Submited by

terça-feira, abril 19, 2011 - 15:30

Prosas :

No votes yet

Alcantra

imagem de Alcantra
Offline
Título: Membro
Última vez online: há 5 anos 2 semanas
Membro desde: 04/14/2009
Conteúdos:
Pontos: 1563

Add comment

Se logue para poder enviar comentários

other contents of Alcantra

Tópico Título Respostas Views Last Postícone de ordenação Língua
Poesia/Amor Soma de poemas 5 691 02/27/2018 - 11:09 Português
Poesia/Geral Abismo em seu libré 0 733 12/03/2012 - 23:35 Português
Poesia/Geral Condado vermelho 0 961 11/30/2012 - 21:57 Português
Poesia/Geral Ois nos beijos 1 784 11/23/2012 - 10:08 Português
Poesia/Geral Dores ao relento 0 1.013 11/13/2012 - 20:05 Português
Poesia/Geral Memórias do norte 1 496 11/10/2012 - 18:03 Português
Poesia/Geral De vez tez cromo que espeta 0 1.071 11/05/2012 - 14:01 Português
Poesia/Geral Cacos de teus átomos 0 736 10/29/2012 - 09:47 Português
Poesia/Geral Corcovas nas ruas 0 1.096 10/22/2012 - 10:58 Português
Poesia/Geral Mademouselle 0 651 10/08/2012 - 14:56 Português
Poesia/Geral Semblantes do ontem 0 543 10/04/2012 - 01:29 Português
Poesia/Geral Extravio de si 0 705 09/25/2012 - 15:10 Português
Poesia/Geral Soprosos Mitos 0 1.198 09/17/2012 - 21:54 Português
Poesia/Geral La boheme 0 922 09/10/2012 - 14:51 Português
Poesia/Geral Mar da virgindade 2 567 08/27/2012 - 15:26 Português
Poesia/Geral Gatos-de-algália 0 1.084 07/30/2012 - 15:16 Português
Poesia/Geral Vidas de vidro num sutil beijo sem lábios 2 702 07/23/2012 - 00:48 Português
Poesia/Geral Vales do céu 0 625 07/10/2012 - 10:48 Português
Poesia/Geral Ana acorda 1 839 06/28/2012 - 16:05 Português
Poesia/Geral Prato das tardes de Bordô 0 629 06/19/2012 - 16:00 Português
Poesia/Geral Um sonho que se despe pela noite 0 644 06/11/2012 - 13:11 Português
Poesia/Geral Ave César! 0 1.435 05/29/2012 - 17:54 Português
Poesia/Geral Rodapés de Basiléia 1 710 05/24/2012 - 02:29 Português
Poesia/Geral As luzes falsas da noite 0 1.396 05/14/2012 - 01:08 Português
Poesia/Geral Noites com Caína 0 869 04/24/2012 - 15:19 Português