O triunfo dos relógios ...

O tempo,

Sempre melhor o que passou
Por mim, todos os sonhos, habituais
Profissões e talentos, familiares
Que nunca vi, pensar que vivi
É realmente um mistério e o tempo,

Sempre melhor o que passou,
Assim como a impressão de claustro
Que sempre existe no fim de cada
Cela, em mim a mesma e igual sombra,
Um mesmo coração cheio de vidros

E dor, o triunfo dos relógios, das
Sensações sem precisão demais...
O despontar de ridículos remorsos,
Um prazer intimo de sermos quem
Não somos tal como é a obediência

A estranhos que passam por nós fazendo
A respiração pela boca, sempre
Melhor quem passou que quem fica
Como que se apaga o que sou sem ser,
Tão vago, magra visão ou modo de olhar

O tempo.

Joel Matos (04/2018)
http://joel-matos.blogspot.com

Submited by

Wednesday, April 18, 2018 - 16:24

Poesia :

Your rating: None (1 vote)

Joel

Joel's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 3 days 2 hours ago
Joined: 12/20/2009
Posts:
Points: 40617

Comments

Joel's picture

O tempo, Sempre melhor o que

O tempo,

Sempre melhor o que passou
Por mim, todos os sonhos, habituais
Profissões e talentos, familiares
Que nunca vi, pensar que vivi
É realmente um mistério e o tempo,

Sempre melhor o que passou,
Assim como a impressão de claustro
Que sempre existe no fim de cada
Cela,

Joel's picture

O tempo, Sempre melhor o que

O tempo,

Sempre melhor o que passou
Por mim, todos os sonhos, habituais
Profissões e talentos, familiares
Que nunca vi, pensar que vivi
É realmente um mistério e o tempo,

Sempre melhor o que passou,
Assim como a impressão de claustro
Que sempre existe no fim de cada
Cela,

Joel's picture

O tempo, Sempre melhor o que

O tempo,

Sempre melhor o que passou
Por mim, todos os sonhos, habituais
Profissões e talentos, familiares
Que nunca vi, pensar que vivi
É realmente um mistério e o tempo,

Sempre melhor o que passou,
Assim como a impressão de claustro
Que sempre existe no fim de cada
Cela,

Joel's picture

O tempo, Sempre melhor o que

O tempo,

Sempre melhor o que passou
Por mim, todos os sonhos, habituais
Profissões e talentos, familiares
Que nunca vi, pensar que vivi
É realmente um mistério e o tempo,

Sempre melhor o que passou,
Assim como a impressão de claustro
Que sempre existe no fim de cada
Cela,

Joel's picture

O tempo, Sempre melhor o que

O tempo,

Sempre melhor o que passou
Por mim, todos os sonhos, habituais
Profissões e talentos, familiares
Que nunca vi, pensar que vivi
É realmente um mistério e o tempo,

Sempre melhor o que passou,
Assim como a impressão de claustro
Que sempre existe no fim de cada
Cela,

Joel's picture

O tempo, Sempre melhor o que

O tempo,

Sempre melhor o que passou
Por mim, todos os sonhos, habituais
Profissões e talentos, familiares
Que nunca vi, pensar que vivi
É realmente um mistério e o tempo,

Sempre melhor o que passou,
Assim como a impressão de claustro
Que sempre existe no fim de cada
Cela,

Joel's picture

O tempo, Sempre melhor o que

O tempo,

Sempre melhor o que passou
Por mim, todos os sonhos, habituais
Profissões e talentos, familiares
Que nunca vi, pensar que vivi
É realmente um mistério e o tempo,

Sempre melhor o que passou,
Assim como a impressão de claustro
Que sempre existe no fim de cada
Cela,

Joel's picture

O tempo, Sempre melhor o que

O tempo,

Sempre melhor o que passou
Por mim, todos os sonhos, habituais
Profissões e talentos, familiares
Que nunca vi, pensar que vivi
É realmente um mistério e o tempo,

Sempre melhor o que passou,
Assim como a impressão de claustro
Que sempre existe no fim de cada
Cela,

Joel's picture

O tempo, Sempre melhor o que

O tempo,

Sempre melhor o que passou
Por mim, todos os sonhos, habituais
Profissões e talentos, familiares
Que nunca vi, pensar que vivi
É realmente um mistério e o tempo,

Sempre melhor o que passou,
Assim como a impressão de claustro
Que sempre existe no fim de cada
Cela,

Joel's picture

O tempo, Sempre melhor o que

O tempo,

Sempre melhor o que passou
Por mim, todos os sonhos, habituais
Profissões e talentos, familiares
Que nunca vi, pensar que vivi
É realmente um mistério e o tempo,

Sempre melhor o que passou,
Assim como a impressão de claustro
Que sempre existe no fim de cada
Cela,

Add comment

Login to post comments

other contents of Joel

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Ministério da Poesia/Aphorism atlhleta 10 1.789 11/28/2018 - 16:16 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism Regresso ao mar 10 1.370 11/28/2018 - 16:14 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism miopia humana 10 979 11/28/2018 - 16:12 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism gostaria 10 1.606 11/28/2018 - 16:10 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism irra 10 1.223 11/28/2018 - 16:07 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism passageiro do tempo 10 1.198 11/28/2018 - 16:06 Portuguese
Ministério da Poesia/Intervention urge 10 2.070 11/28/2018 - 16:03 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism chuvas 10 1.251 11/28/2018 - 16:01 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism mira 10 1.254 11/28/2018 - 15:49 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism alucinado 10 1.085 11/28/2018 - 15:47 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism os anjos 10 1.617 11/28/2018 - 15:46 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism Dolce Panda 10 1.572 11/28/2018 - 15:44 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism AGUAS FURTADAS 10 1.923 11/28/2018 - 15:43 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism os anjos 10 1.672 11/28/2018 - 15:36 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism Chic 10 2.668 11/28/2018 - 15:34 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism Lápis 11 1.307 11/28/2018 - 15:33 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism Erva 10 1.611 11/28/2018 - 15:32 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism gripe 10 1.033 11/28/2018 - 15:30 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicated phyllis 10 1.006 11/28/2018 - 15:29 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism candeias as avessas 10 1.414 11/28/2018 - 15:27 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism veneno 10 1.637 11/28/2018 - 15:26 Portuguese
Ministério da Poesia/Dedicated Iris 10 1.156 11/28/2018 - 15:24 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism espelho meu 10 1.784 11/28/2018 - 15:22 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism seda 10 2.501 11/28/2018 - 15:21 Portuguese
Ministério da Poesia/Aphorism Dedragão 10 1.562 11/28/2018 - 15:19 Portuguese