Eu erro o ar que meto…

Eu erro o ar que meto plo osso do nariz,
O mero deitar-me com o que fiz
E levantar-me com o “se nada
Fosse”, como se tivesse eu perdido

Todos os fios das madrugadas, o frio ar
Que não respiro nem lembro se,
E começo de resto zero outra vez,
Sou feliz pouco por isso, não lembro

O que perco e porque morro da fala
Todos os dias um pouco, fosse
Por medo de errar o que da sorte
Se diz e o esquecimento que me

Cobrirá, do que a terra molde
Em acerto e normalidade
Eu erraria o ar que respiro menos, forço
O fazer falsa parte daqueles

Que vêm simples, os símbolos de ver
Dos olhos cansados da Terra
E o que nela ocupam na largura,
Do peito ao dorso, esse não tão oco

Como meu, que o ouço não respirar,
Eu erro o ar que meto plo osso do nariz,
No meio da boca torta,(um pouco)..

Jorge Santos (01/2017)
http://namastibetpoems.blogspot.com

Submited by

Viernes, Febrero 23, 2018 - 17:01

Ministério da Poesia :

Su voto: Nada Promedio: 5 (1 vote)

Joel

Imagen de Joel
Desconectado
Título: Membro
Last seen: Hace 1 día 4 horas
Integró: 12/20/2009
Posts:
Points: 38463

Comentarios

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

.

.

Imagen de Joel

E o que nele ocupo na largura, do peito ao poço

E o que nele ocupo na largura, do peito ao poço

Add comment

Inicie sesión para enviar comentarios

other contents of Joel

Tema Título Respuestas Lecturas Último envíoordenar por icono Idioma
Poesia/General Vivo numa casa sem vista certa 11 1.617 11/13/2018 - 13:39 Portuguese
Ministério da Poesia/General Amor omisso. 11 549 10/16/2018 - 17:32 Portuguese
Poesia/General I can fly ... 11 412 10/16/2018 - 09:41 Portuguese
Poesia/General -O corte do costume, se faz favor – 14 282 10/16/2018 - 09:38 Portuguese
Ministério da Poesia/General Jaz por terra... 13 291 10/16/2018 - 09:37 Portuguese
Ministério da Poesia/General Eu sou o oposto, 13 274 10/16/2018 - 09:36 Portuguese
Ministério da Poesia/General Escolho fugir de mim, 13 926 10/16/2018 - 09:35 Portuguese
Ministério da Poesia/General No bater de duas asas​ ... 13 259 10/16/2018 - 09:34 Portuguese
Poesia/General “From above to below” 13 268 10/16/2018 - 09:33 Portuguese
Ministério da Poesia/General Conto … 13 159 10/16/2018 - 09:32 Portuguese
Ministério da Poesia/General “From above to below” 13 274 10/16/2018 - 09:31 Portuguese
Ministério da Poesia/General JOEL MATOS 14 441 10/16/2018 - 09:31 Portuguese
Ministério da Poesia/General Antes de tud’o mais ... 13 210 10/16/2018 - 09:30 Portuguese
Ministério da Poesia/General "Sinto" 13 546 10/16/2018 - 09:29 Portuguese
Ministério da Poesia/General "Semper aeternum" 13 365 10/16/2018 - 09:28 Portuguese
Ministério da Poesia/General Ao principio ... 14 352 10/16/2018 - 09:27 Portuguese
Ministério da Poesia/General Em geral ... 13 278 10/16/2018 - 09:26 Portuguese
Poesia/General A Confissão ( A Neruda) 13 1.307 10/16/2018 - 08:54 Portuguese
Poesia/General “Entre duas aspas” 13 212 10/16/2018 - 08:53 Portuguese
Poesia/General Como paisagem ao morrer o dia, o voar do ganso… 13 226 10/16/2018 - 08:52 Portuguese
Poesia/General A verdade é Tenente ...Tio Lawrence. 13 305 10/16/2018 - 08:51 Portuguese
Ministério da Poesia/General Tenho sonhado desperto … 12 239 10/16/2018 - 08:51 Portuguese
Ministério da Poesia/General Subtil …. 13 287 10/16/2018 - 08:49 Portuguese
Ministério da Poesia/General Pena ser levado a sério e ainda... 13 180 10/13/2018 - 19:12 Portuguese
Ministério da Poesia/Aforismo Bonfim 10 1.500 08/08/2018 - 16:37 Portuguese