Promessas para uma vida nova

Trabalharei a cada dia como se disto dependesse a minha vida - e, de fato, depende.
Aquele que menos dá, menos poderá reclamar para si. O que eu plantar agora, colherei mais tarde.
Aprenderei que, com paciência, poderei controlar meu destino.
Planejarei minha rota com cuidado ou posso ficar à deriva para sempre. E, se eu falhar, falharei tentando.
Preparar-me-ei para a escuridão, mesmo enquanto eu estiver a viajar à luz do sol.
Enfrentarei a adversidade com um sorriso até que ela se desfaça.
Procurarei conscientizar-me de que planos são apenas sonhos em ação e a ação é a cura para qualquer ferimento.
Devo começar logo a agir ou a vida é que agirá contra mim.
Devo afastar as teias de aranha de minha mente, antes que eu seja aprisionado por elas.
Esquecerei o que já passou e vou parar de me preocupar com o futuro.
Devo suavizar a minha carga se pretendo chegar ao meu destino.
Simplificarei minha vida. Mais rico é aquele que se contenta com o mínimo.
Quanto mais coisas eu possuir, mais serei possuído por elas.
Nunca devo esquecer que é sempre mais tarde do que penso.
Muitos sentem tanto medo da morte, que nunca chegam a viver.
Aprenderei a conviver com a morte sem nunca tentar escapar dela, porque, quando eu morrer, estarei em paz;
mas enquanto eu viver, a paz poderá ou não estar comigo - depende unicamente de mim.
Jamais tentarei ser diferente do que sou. Minha única obrigação é ser fiel a mim mesmo. Tornarei-me quem realmente sou!
Farei o máximo possível naquilo que mais gosto e melhor sei fazer.
Então, em meu íntimo, no fundo de meu coração, serei o maior sucesso do mundo!
Não podemos impor nossas vontades à natureza, a menos que verifiquemos quais são suas vontades.
Trabalhar sem levar em conta A lei, nada mais traz do que o fracasso.
O conhecimento precisa passar por três estágios antes de alcançar a plena eficácia:
- em primeiro lugar, a descoberta e o enunciado de leis nela baseada;
- em segundo, a publicação da descoberta e o ensino - que difunde a informação;
- por último, a aplicação da descoberta a alguma finalidade útil.
Toda verdade passa por três estágios:
- primeiro, é ridicularizada;
- segundo, é violentamente combatida;
- e terceiro, é aceita como óbvia e evidente.
Agradecerei e ficarei feliz pela oportunidade de viver mais um dia.
Sou feliz pelos meus braços perfeitos quando há tantos mutilados.
Sou feliz pelos meus olhos quando há tantos sem luz.
Sou feliz pela minha voz que canta e grita, quando tantas se emudecem.
Sou feliz pelas minhas mãos que realizam e trabalham, quando tantas mendigam.
Sou feliz por ter um lar para voltar, quando tantos não têm para onde ir.
Sou feliz por poder sorrir, amar, sonhar... quando tantos choram, se odeiam ou têm pesadelos.
Sou feliz por ter tão pouco a pedir e tanto a agradecer e a festejar.
Sei que ainda não realizei tudo o que espero, e se esse é o motivo para a natureza me presentear com mais esse novo amanhecer, eu me sentirei muito grato.
Estarei preparado para fazer com que eu tenha orgulho de mim.
Esquecerei o dia de ontem, com todas as suas provações e atribulações, provocações e retrocessos, iras e frustrações.
O passado já é um sonho que não posso recuperar uma única palavra nem apagar quaisquer atos insensatos.
Resolverei, no entanto, que se fiz mal a alguém ontem, não permitirei que o Sol se ponha hoje sem uma reparação; nada do que eu faça hoje terá uma importância maior!
E não me angustiarei com o futuro.
Meu sucesso e felicidade não dependem apenas de aguçar a vista para ver o que espreita vagamente no horizonte, mas sim do que faço hoje, neste dia que se estende claramente pela frente.
Apreciarei este dia, porque é tudo o que tenho.
Sei que suas horas correndo não podem ser guardadas ou acumuladas, como grãos preciosos, para uso futuro.
Condicionar-me-ei a lembrar sempre que a ansiedade é a ferrugem da vida e o câncer é a tristeza das células; quando se acrescentam os fardos de amanhã e os restos de ontem aos de hoje, eles se tornam insuportáveis!
Viverei como todos os bons atores quando estão no palco: apenas no momento.
Não posso me desempenhar da melhor forma possível se lamento os erros dos atos anteriores ou me preocupo com a cena futura.
Assumirei as tarefas difíceis de hoje, arregaçarei as mangas e enfrentarei o mundo com energia e determinação.
Lembrarei de uma coisa todos os dias: quanto mais ocupado eu estiver, menos mal estarei propenso a sofrer ou a causar, mais saboroso será o alimento, mais doce será o sono, mais satisfeito estarei com meu lugar no mundo.
Eu me livrarei hoje da escravidão ao relógio e ao calendário.
Embora planeje este dia, a fim de conservar meus passos e energia, começarei a medir a vida em feitos, não em anos; em pensamentos, não em estações; em sentimentos, não em números; em momentos, não em minutos.
Permanecerei consciente do quão pouco é necessário para tornar este dia feliz.
Nunca perseguirei a felicidade, porque esta não é um objetivo, mas apenas um caminho a ser percorrido, um subproduto; e não há felicidade apenas em ter ou receber, mas sim também em sentir, aprender, dar, usufruir, relembrar e contemplar.
Não fugirei de qualquer perigo que possa encontrar hoje, porque estou certo de que nada me acontecerá que eu não esteja preparado para enfrentar.
Assim como qualquer pedra preciosa é polida pela fricção, tenho certeza de me tornar mais valioso através das adversidades deste dia; e se uma porta se fecha, sempre outra se abre. E não há dor insuportável; se for insuportável, logo acabará...
Viverei este e todos os outros dias como se fosse um feriado.
Darei presentes e entregarei a meus amigos, um sorriso; a meus filhos, um bom exemplo.
Todos os presentes estarão envoltos pelo amor.
Não desperdiçarei um único segundo precioso deste dia de hoje e dos próximos com ira, ódio, inveja ou egoísmo.
Sei que haverei de colher as sementes que semeio, porque cada ação é sempre acompanhada por uma reação igual ou contrária.
Plantarei apenas as sementes do bem.
Nunca esquecerei que a semeadura é opcional, mas a colheita é obrigatória.
Tratarei o dia de hoje como um violino de valor inestimável.
Uma pessoa pode extrair dele harmonia e outra, a discordância, mas ninguém culpará o instrumento.
A vida é a mesma coisa: se eu tocá-la corretamente, produzirei beleza, se tocá-la com ignorância, o resultado será a feiúra.
Eu me condicionarei a encarar cada problema com o qual me defrontarei hoje como não mais que uma pequena pedra no sapato, fácil de remover.
Trabalharei convencido de que nada grandioso jamais foi alcançado sem entusiasmo.
Para fazer qualquer coisa hoje que realmente valha a pena, não devo recuar e temer, mas sim avançar com toda a energia e força de que sou capaz.
Toda a grande jornada inicia-se com um pequeno passo.
Enfrentarei o mundo com objetivos fixados para este dia, mas serão viáveis, não daquela espécie vaga e impossível, formulados por aqueles que fazem uma carreira de fracasso. Compreendo que sempre me experimento primeiro com pouco, a fim de ver o que eu faria com muito.
Jamais ocultarei meus talentos.
Se me mantenho em silêncio, sou esquecido; se não avanço, acabo recuando.
Se me afasto de qualquer desafio hoje, minha auto-estima estará abalada; se eu parar de crescer, vou me tornar menor.
Rejeitarei a posição estacionária, porque ela é sempre o começo do fim.
Manterei sempre um sorriso no rosto e no coração, mesmo quando estiver doendo. O mundo é um espelho e me devolve o meu reflexo.
Compreendo agora o segredo de corrigir a atitude de outros: que é o de corrigir a minha própria atitude.
Eu me desviarei hoje de qualquer tentação que possa me levar a quebrar minha palavra ou perder o auto-respeito.
Tenho certeza de que a única coisa que possuo mais valiosa do que a vida é a minha honra e a minha palavra.
Trabalharei neste dia com todas as minhas forças, satisfeito no conhecimento de que a vida não consiste em me espojar no passado ou esquadrinhar ansiosamente o futuro.
É estarrecedor contemplar os muitos passos árduos pelos quais se chega a uma verdade tão antiga, tão óbvia e tão frequentemente expressa.
O que quer que eu ofereça, pouco ou muito, minha vida é agora.
Farei uma pausa sempre que estiver sentindo pena de mim mesmo e lembrarei que este é o único dia que tenho e devo aproveitá-lo ao máximo.
O que quer que meu papel signifique, posso não ter a capacidade de reconhecê-lo, mas estou aqui para representá-lo.
Contarei este dia como uma mini-vida.
Hoje é o meu dia!
Estas são as minhas sementes!
E sou grato por este precioso jardim do tempo.

Submited by

Monday, January 22, 2018 - 15:23

Poesia :

Your rating: None (7 votes)

MaynardoAlves

MaynardoAlves's picture
Offline
Title: Membro
Last seen: 20 weeks 5 days ago
Joined: 05/02/2010
Posts:
Points: 597

Comments

Joel's picture

há sempre

uma janela pro futuro dentro de nós apesar de nem sempre a abrirmos, (carpe diem)

MaynardoAlves's picture

Promessas para uma vida nova

Tratam-se de promessas para uma vida nova e não apenas para um ano novo. Homenagem a Augustine "Og" Mandino.

Add comment

Login to post comments

other contents of MaynardoAlves

Topic Title Replies Views Last Postsort icon Language
Poesia/Aphorism O vinhedo universal 1 822 02/06/2020 - 13:39 Portuguese
Poesia/Meditation Metamorfose filosófica: bênção ou maldição? 1 826 12/03/2018 - 15:23 Portuguese
Poesia/Intervention Aos vivos que ficam ou Epitáfio II 1 851 10/09/2018 - 12:41 Portuguese
Poesia/General Meu pequeno depoimento em prol do ateísmo 0 708 09/26/2018 - 00:17 Portuguese
Poesia/General Revolucionário... revolucionário!? 1 699 09/25/2018 - 17:12 Portuguese
Prosas/Others Meu pequeno depoimento em prol do ateísmo 0 898 09/19/2018 - 19:13 Portuguese
Poesia/Meditation O legado de um filósofo 1 718 09/17/2018 - 19:45 Portuguese
Poesia/Intervention Os novos mandamentos (ou melhor, conselhos) 1 990 08/28/2018 - 23:53 Portuguese
Poesia/Fantasy O jardim de Epicuro 1 937 08/22/2018 - 16:14 Portuguese
Poesia/Sadness Em (des)construção 1 861 08/10/2018 - 14:46 Portuguese
Poesia/Sadness Máquina do tempo 1 910 08/08/2018 - 16:28 Portuguese
Poesia/Sadness Valores familiares 1 974 08/08/2018 - 16:21 Portuguese
Poesia/Thoughts Um lugar para chamar de seu 1 924 08/08/2018 - 16:14 Portuguese
Poesia/Meditation Humilde-se! 1 920 05/21/2018 - 11:41 Portuguese
Poesia/Sadness Um inferno (para um poeta) 1 1.071 05/21/2018 - 11:34 Portuguese
Prosas/Others Onde? 2 866 03/08/2018 - 17:41 Portuguese
Poesia/Comedy Meu amigo ócio 4 948 03/06/2018 - 15:20 Portuguese
Poesia/General Promessas para uma vida nova 2 1.113 03/05/2018 - 20:09 Portuguese
Poesia/Meditation Se Deus existisse... 4 950 03/05/2018 - 19:56 Portuguese
Poesia/Intervention Onde? 18 1.279 01/03/2018 - 18:28 Portuguese
Poesia/Meditation Um instante infinito 1 987 11/17/2017 - 14:00 Portuguese
Poesia/Disillusion Ainda no exílio (desde os dias de Gonçalves Dias) 1 1.067 11/08/2017 - 11:38 Portuguese
Poesia/Song Sem título (por luto) 1 989 10/27/2017 - 14:34 Portuguese
Poesia/General Mensagem 1 1.019 03/27/2017 - 13:50 Portuguese
Poesia/Aphorism O exagero de Sócrates 0 826 10/14/2016 - 19:50 Portuguese